Consumidor deve proteger documentos pessoais durante o Carnaval

Segundo o Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraudes Consumidor, em 2014, foram registradas 2.039.588 tentativas de golpes conhecido como roubo de identidade, em que dados pessoais são usados por criminosos para obter crédito sob falsidade ideológica. Para se proteger, se o consumidor sentir falta de algum documento ou for roubado durante o Carnaval, além de fazer um Boletim de Ocorrência (B.O.), deve cadastrar um alerta gratuito no Serviço de Documentos e Cheques Roubados da Serasa Experian. O registro ajuda a reduzir o risco e evitar a dor de cabeça de ter dados pessoais utilizados por fraudadores. 

“A inclusão do alerta no serviço da Serasa permite que as informações sejam disponibilizadas imediatamente no mercado, considerando os diversos clientes da empresa em todo o país”, diz o superintendente do SerasaConsumidor, Júlio Leandro. De acordo com pesquisas realizadas pela Serasa, basta perder um documentos para dobrar a probabilidade de ser vítima de uma fraude. As quadrilhas especializadas em roubo de identidade manipulam dados pessoais de vários consumidores para fazer compras com a intenção de não honrar os pagamentos.

Segundo Júlio, o Carnaval pode se transformar em oportunidade para os golpistas. “Os fraudadores aproveitam os feriados, época em que há maior fluxo de pessoas nas ruas. É principalmente nesse momento que a população precisa ficar atenta com seus documentos pessoais para não se tornar vítima de fraudes, como ter os dados usados de forma indevida”, alerta.

Ao fazer o cadastro gratuito no Serviço de Documentos e Cheques Roubados da Serasa Experian, o consumidor ganha automaticamente, por 15 dias, proteção em dobro com o serviço antifraude do SerasaConsumidor, que acompanha 24 horas por dia as movimentações do CPF. Caso o número do documento do cidadão seja consultado por alguma empresa durante o período, o serviço MeProteja enviará instantaneamente uma mensagem de celular – SMS – informando o ocorrido. Dessa forma, o consumidor consegue identificar se foi ele mesmo que estava buscando crédito naquele momento ou se está sendo vítima de uma fraude.

O MeProteja também envia um relatório por e-mail com informações de entrada ou saída da inadimplência, mostrando o nome da empresa credora, o tipo da dívida e a data de inclusão ou exclusão da anotação nos bancos de dados. Além disso, o serviço protege o CPF do cidadão ao enviar alertas informando casos de abertura de empresa, a relação dos números de telefone fixo que estão cadastrados no nome do consumidor. Se o cidadão identificar no relatório qualquer movimentação estranha no seu CPF, deve entrar em contato com a central de atendimento do SerasaConsumidor que trata exclusivamente desses casos, pelo telefone (011) 3003 6300.

Após a gratuidade de 15 dias, o consumidor pode continuar com o serviço. No pacote anual, o consumidor vai pagar R$ 10 por mês para receber as informações.


Como fazer o alerta gratuito de documentos?

O consumidor pode fazer o registro do extravio ou roubo dos documentos (como Registro Geral, o RG; carteira de trabalho; CPF; carteira de habilitação e título de eleitor) e folhas de cheques pela Internet, no link: www.serasaconsumidor.com.br/servicos-roubo-perda-de-documentos ou pelo telefone da Central de Atendimento ao Consumidor (11) 3373 7272, que funciona nos sete dias da semana, das 8h às 20h, sem exceção durante o Carnaval. Se alguém já teve no passado algum documento extraviado e ainda não registrou as informações, também pode realizar o cadastro.

O aviso de documentos roubados ficará no sistema de consultas por dez dias úteis. Para que permaneça por tempo indeterminado, o consumidor precisa enviar, dentro desse prazo, o B.O e uma declaração formal à Serasa Experian. Já os cheques ficam na base de dados por três dias úteis, tempo para que o correntista avise o banco, faça o Boletim de Ocorrência e suste os cheques.



Dicas para evitar a ação de fraudadores no Carnaval


A ação de golpistas pode causar muitos transtornos. Segundo o superintendente, Júlio Leandro, o cidadão deve adotar algumas medidas de segurança para não ficar exposto a possíveis golpes. Confira abaixo 8 dicas de prevenção:

1ª Não saia de casa com todos os documentos originais;

2ª Se for para algum lugar que não solicita documento original, procure ir com uma cópia simples ou autenticada;

3ª Procure guardar documentos, cartões e cheques no bolso da frente da calça ou em algum lugar escondido dentro da bolsa;

4ª Não perca de vista seus documentos e nunca deixe o documento com um desconhecido quando você não estiver por perto;

5ª Nunca forneça seus dados pessoais para pessoas estranhas ou por telefone;

6ª Não informe os números dos seus documentos quando participar de promoções e sorteios;

7ª – Mantenha atualizado o antivírus do seu computador diminuindo os riscos de ter seus dados pessoais roubados por arquivos espiões;

8ª – Não faça cadastros em sites que não sejam de confiança; fique atento às dicas de segurança da página, por exemplo, como a presença do cadeado de segurança.
Consumidor deve proteger documentos pessoais durante o Carnaval Consumidor deve proteger documentos pessoais durante o Carnaval Reviewed by Alessandro Teixeira on 15.2.15 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.