Ação do PR contra Plano de Cargos e Salários “estacionou” no Tribunal

A Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) aberta pelo Partido da República (PR) contra o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores públicos de Cabo Frio está aguardando (o gerúndio é proposital) inclusão na pauta de julgamentos desde o dia 16 de dezembro.



Desde então, não foi dada movimentação ao processo, o que pode ser “positivo” para o partido presidido pelo empresário Walmir Porto e para a Prefeitura, considerando que até o momento só foram tomadas decisões favoráveis à causa do servidor. Ainda bem!


No entanto, ainda que a matéria seja de natureza jurídica, o assunto tem muito mais força no campo político. Para termos ideia, o amigo vereador Paulo Henrique Corrêa, que é o do PR, por diversas oportunidades públicas já manifestou a insatisfação com a executiva do partido e já está pensando em se filiar em outra sigla.

E o vereador tem razões para isso. Ele sabe, por exemplo, que tanto o PR quanto o Executivo Municipal sofrerão desgaste ainda maior por conta da infeliz ação contra a valorização do servidor. Paulo Henrique chegou a dizer que jamais votou contra o servidor – sou testemunha disso nos bastidores da Câmara – e que não fora consultado quando do ingresso nas raias do Judiciário.

Portanto, ainda que o processo se arraste nos corredores do Judiciário, o debate político está acalorado por conta da proximidade da definição das nominatas dos partidos. Os políticos que insistirem no PR começarão em desvantagem.

O servidor tem razão para rechaçar o partido!

Ação do PR contra Plano de Cargos e Salários “estacionou” no Tribunal Ação do PR contra Plano de Cargos e Salários “estacionou” no Tribunal Reviewed by Alessandro Teixeira on 7.3.15 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.