Um muro erguido entre o governo e a demanda do povo

A novela da inauguração do Centro de Reabilitação ganha mais um capítulo, escrito com a construção de um muro que custará aos cofres públicos, segundo empenho divulgado no portal oficial da Prefeitura de Cabo Frio, R$ 138.638,40.

Depois de vinte e seis meses, o que vemos é nada além do erguimento do um muro, o que parece oportuno se considerarmos a distância guardada entre o governo e os anseios de nossa gente. Obviamente, a tal construção é um dispositivo de “satisfação” para a população e para a imprensa. “Pelo menos algo está sendo feito”, pensaria o mais incauto cidadão.

No entanto, a construção de um simples muro não deve servir de subterfúgio para esconder da sociedade os reais motivos pelos quais o Centro de Reabilitação ainda não foi definitivamente posto a serviço de quem realmente precisa e já se espreme na unidade do bairro São Cristóvão.


Falta, por exemplo, “dar luz” a esse assunto. A expressão entre aspas é um trocadilho mesmo. E quem deveria ter a responsabilidade de fazer aquele prédio estar em funcionamento sabe mensurar a força do trocadilho do qual lanço mão. 

Vamos ligar o disjuntor! 

Por fim, digo que é novo um capítulo da novela porque o assunto já foi objeto de minhas considerações (clique aqui para ler). Qualquer interpretação diversa é fruto do processo democrático. E eu respeito isso.


Um muro erguido entre o governo e a demanda do povo Um muro erguido entre o governo e a demanda do povo Reviewed by Alessandro Teixeira on 16.3.15 Rating: 5

Um comentário:

  1. Alessandro Eu e mais dos integrantes do conselho de saúde demos entrada no ministério publico cobrando esse descaso,a promotora ficou de nos retorna ,ate agora nada ,ela mesmo nos confidenciou que caminhava por lá e via aquele enorme prédio fechado,mais cadê as providencias??? estamos ficando sem opções.....

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.