Professores da rede municipal fazem passeata pelas ruas de Cabo Frio

Professores, alunos e funcionários da rede pública de ensino de Cabo Frio fizeram uma manifestação na manhã desta terça-feira (14) reivindicando o pagamento dos salários atrasados, reajuste e aposentadoria. A manifestação - com aproximadamente 200 pessoas, segundo a Guarda Municipal e os organizadores - começou por volta das 8h em frente à Prefeitura. Depois, uma passeata seguiu pela Avenida Teixeira e Souza, fechando o trânsito, em direção à Câmara de Vereadores.


O grupo encheu o plenário e os vereadores chegaram a cogitar a possibilidade de suspender a sessão, mas a reunião acabou prosseguindo e abrindo espaço para os reivindicações dos professores:

"Estamos reivindicando o pagamento imediato de quem não recebeu os salários, que estão atrasados há um mês. Reivindicamos também a campanha salarial de 2015, com 25% de reajuste. Também queremos a aposentadoria para quem já deu entrada no processo", informou Denise Teixeira, coordenadora do Sepe, o Sindicando dos Professores, completando que há necessidade de insalubridade e novo concurso público.

Segundo o Sepe, 90 escolas aderiram ao movimento e 80% delas fecharam totalmente nesta terça. Os vereadores se comprometeram em ajudar a categoria, que afirmou que as aulas serão retomadas nesta quarta-feira (15) normalmente. Uma assembleia está marcada para as 18h desta terça na Escola Edilson Duarte.

A Prefeitura de Cabo Frio confirmou o atraso e informou que o motivo seria um problema no sistema de cadastro dos profissionais, que já foi solucionado. A prefeitura informou ainda que vai emitir uma folha suplementar de pagamento na quarta-feira (15) e que a situação vai ser normalizada.

Fonte: G1

COMENTÁRIO

Destacar o espírito democrático pelo presidente da Câmara, Marcello Corrêa, e demais vereadores, é imperioso para que eu me sinta à vontade para eu redigir as linhas seguintes. A Câmara, após as seguidas pressões de servidores e seus respectivos sindicatos, não tem negligenciado no sentido de permitir que os manifestantes ocupem a tribuna e exponham suas queixas.

Por outro lado, complementando o texto do G1, também quero destacar algumas frases da coordenadora geral do SEPE, Denise Teixeira:


1. "Os servidores exigem que o pagamento, anunciado para amanhã (15), seja feito com correção, já com as taxas de juros";

2. "O prefeito, ao dizer que iria cortar o pagamento de quem não estava trabalhando, reconheceu que tem fantasmas na Prefeitura. E fez pior: cortou o salário de quem está trabalhando!";

3. "Não existe crise para a Educação. Falar de crise é uma balela!";

4. "A verba para pagar os professores existe e os erros da Prefeitura são seguidos";

5. "Por dois anos seguidos, a Prefeitura tem as contas reprovadas no Conselho do FUNDEB".

Ainda poderia destacar a reiterada cobrança de repasse dos recursos que a Prefeitura já descontos do contra-cheque dos profissionais da Educação e não fez chegar nos balancetes do Sindicato, o que Denise Teixeira chamou de "apropriação indébita".

As queixas são muitas e os sindicatos estão dispostos a manter o "pique" no sentido de resguardar os direitos dos servidores públicos municipais. E essa luta independe da temporalidade deste governo. É uma constante!

Professores da rede municipal fazem passeata pelas ruas de Cabo Frio Professores da rede municipal fazem passeata pelas ruas de Cabo Frio Reviewed by Alessandro Teixeira on 14.4.15 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.