Câmara de Cabo Frio rejeita requerimento que solicita transparência na Saúde

Os vereadores de Cabo Frio rejeitaram na sessão desta terça-feira (19), o requerimento, de autoria de Aquiles Barreto (SD), solicitando ao Executivo, informações sobre a Secretaria Municipal de Saúde. Bem que ele tentou, mas depois de não aprovarem a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, agora os edis reprovaram o envio do documento. Apenas o vereador Celso Campista (PSB) foi favorável à iniciativa de Aquiles e defendeu a proposta do colega.

Apenas os vereadores que estão em pé é que são favoráveis à transparência na secretaria
de Saúde de Cabo Frio, ou seja, Aquiles Barreto e Celso Campista.
Alguns parlamentares alegaram que a apuração das irregularidades da pasta estão sendo feitas pelo prefeito Alair Corrêa (PP), que se nomeou secretário de saúde, e pelo Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ). E, por essa razão, não viam motivos para o envio do tal requerimento, análise de dados da pasta ou qualquer outra iniciativa de cunho investigativo. Outros preferiram tocar em assuntos diferentes e menos polêmicos, como o projeto de Lei obrigando os bancos a criar guardas volumes antes das portas com detector de metais, de autoria de Emanoel Fernandes (PROS).

OPORTUNISMO NA VISÃO DOS VEREADORES

O que não faltaram foram alfinetadas ao autor do requerimento, por parte dos vereadores da bancada governista, que chamaram de oportunista a iniciativa de Aquiles Barreto. 

"Esse requerimento é oportunista. O nobre vereador deveria ir à secretaria como fiscal do povo e obter tais informações, disse Taylor Jasmim (PRB), líder do governo. 

"Entendo seu momento de oposição, mas você não dormiu dois anos aqui e esse momento é um tanto quanto inoportuno", disparou Vinicius Corrêa (PR).

"O que precisamos na Saúde é o que esta acontecendo hoje. Requerimento e informações o vento leva. O Ministério Público já está na investigação. E que temos que fazer é cobrar que sejam punidos esses médicos que não trabalham e quem desviou remédios. Voto contra", disse o vereador Luis Geraldo (PPS).

De acordo com Aquiles Barreto, o requerimento solicita esclarecimentos sobre contratos com fornecedores, condições estruturais e os critérios adotados para as demissões e exonerações na Secretaria de Saúde.

O único que se absteve do voto foi Dr. Adriano (PP). "Sou a favor da transparência e investigação, mas se é pra investigar tem que investigar a saúde nos últimos 15 anos", esquivou-se o vereador.

PAPEL DO VEREADOR É FISCALIZAR

"Nunca tive uma resposta sequer da Secretaria de Saúde de Cabo Frio e cobrar transparência é obrigação do vereador. O que peço são dados oficiais e, sinceramente, causa estranheza essa redoma no entorno dos números de uma secretaria que recebe mais de R$ 200 milhões de recursos públicos por ano. Ser derrotado na votação de um requerimento é compreensível e típico da democracia que também envereda os setores do Legislativo. No entanto, é preciso saber o tamanho do gargalo na Saúde. Entendo que a Câmara é uma casa política e compreendo o passo de todos os vereadores. Quem não vai entender é o povo", disse o vereador.

O único vereador que saiu em favor do requerimento da Saúde foi Celso Campista. "Se levantar quem enriqueceu, ilicitamente, descobriremos quem se apropriou dos royalties do petróleo. A procuradora da saúde assinou a própria sentença. Ela assumiu que estavam roubando remédios embaixo dos olhos deles. Isso em dois dias de investigação. Não sou oposição, mas defendo e estou aqui pelos interesses do povo", concluiu Campista.

Fonte: RC24h

COMENTÁRIOS

Também estive, ao lado do amigo Rodolpho Campbell, acompanhando a anotando as falas de todos os vereadores e gostaria de acrescentar alguns trechos que considero importantes para a melhor e maior compreensão dos leitores. A minha proposta, então, é apresentar conteúdo marcante de uma fala e outra e, claro, tecer algumas considerações.

1. Celso Campista
"Eu não fui eleito para amar ou odiar o prefeito Alair Corrêa. Fui eleito para defender o nosso povo!"
Sinceramente, achei a fala do vereador de Tamoios a mais adequada ao contexto. Responsável, Celso Campista requereu respeito ao seu ofício de legislador e disse que "o prefeito está tomando a função da Câmara. Fiscalizar é dever do vereador!".


2. Vinícius Corrêa

O vereador destacou o que considera o "sonho" de Aquiles Barreto nos dois primeiros anos de mandato. Para Vinícius, diferentemente de Aquiles, "os outros vereadores não estavam dormindo". 

Então pergunto: por que a Saúde está neste caos extremo, com o povo sofrendo tanto? Será que os vereadores não estavam dormindo mesmo ou não interessava mostrar que estavam acordados?


3. Dr. Adriano Ortopedista

(...) Sem comentários.


4. Dr. Luis Geraldo
"Eu sou contra fazer política com a Saúde. O que falta é gestão na Saúde; dinheiro não falta".
Sempre inteligente e ponderado, o vereador Luis Geraldo bate novamente na tecla de "não se fazer política com a Saúde". Corretíssimo! No entanto, esse discurso é mais para dentro da Câmara do que para fora. Tanto é que o líder do governo na Câmara, Dr. Taylor, disse que "se alguém estava fazendo sacanagem, vai sair preso". 

Tenho certeza absoluta de que Taylor e outros do "metiê" sabem quem pode ir para o "chilindró".


5. Braz Enfermeiro
"O requerimento é um instrumento político".
Ora, por maioria, a Câmara aprovou em 2013 e em 2014 alguns requerimentos que também contrariavam os interesses do governo. Então, antes de defender os interesses republicanos dos cidadãos, o que vimos foi um teatro em que o espetáculo se viabilizava pelos requerimentos?

6. Dr. Taylor
"Alair não quer a companhia de ninguém. Ele foi para a Saúde para ter autonomia. Por isso ele não quer nenhum ente político acompanhando a intervenção na secretaria".
Essa foi a fala que mais deixou o debate transparente. O prefeito quer o que sempre teve: uma submissão às cegas.

Câmara de Cabo Frio rejeita requerimento que solicita transparência na Saúde Câmara de Cabo Frio rejeita requerimento que solicita transparência na Saúde Reviewed by Alessandro Teixeira on 19.5.15 Rating: 5

8 comentários:

  1. "Requerimento e informações o vento leva", segundo Vinicius Correa o vereador tentando empenhar seu trabalho principal que é de fiscalizar, toma a atitude como oportunista. Oportunista são vocês, e o que o vento leva é o nosso dinheiro!!! Infelizmente quem não sabe o que é inflação, muito menos o que é um requerimento ou oficio, que tem QI de uma porta é quem vota em vocês. E o individuo vem chamar de oportunista a tentativa de tornar transparente o que nunca deveria ser oculto. Mas seus eleitores, e vocês sabem bem disto, são analfabetos funcionais, acreditam que vereador em Cabo Frio é político. Com a rejeição da CPI da saúde vocês tolhem o direito da sociedade de saber onde foram param R$ 200.000.000,00 de reais destinados a saúde, a mesma sociedade que pagam por meio dos impostos os seus salários e benesses, porque uma coisa é certa este dinheiro foi para muita coisa, menos para saúde. Vocês vão ter o que merecem!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desce das nuvens colega. Não precisa de QI elevado, para perceber quando as coisas são perseoetiveis ao alcance da individualidade de cada um. Mas cada um tem a sua maneira de interpreta, sonhar, viajar.....

      Excluir
    2. Correção: perceptiveis.

      Excluir
  2. "Requerimento e informações o vento leva", segundo Vinicius Correa o vereador tentando empenhar seu trabalho principal que é de fiscalizar, toma a atitude como oportunista. Oportunista são vocês, e o que o vento leva é o nosso dinheiro!!! Infelizmente quem não sabe o que é inflação, muito menos o que é um requerimento ou oficio, que tem QI de uma porta é quem vota em vocês. E o individuo vem chamar de oportunista a tentativa de tornar transparente o que nunca deveria ser oculto. Mas seus eleitores, e vocês sabem bem disto, são analfabetos funcionais, acreditam que vereador em Cabo Frio é político. Com a rejeição da CPI da saúde vocês tolhem o direito da sociedade de saber onde foram param R$ 200.000.000,00 de reais destinados a saúde, a mesma sociedade que pagam por meio dos impostos os seus salários e benesses, porque uma coisa é certa este dinheiro foi para muita coisa, menos para saúde. Vocês vão ter o que merecem!!!!

    ResponderExcluir
  3. Lamentável as explicações do nobres Edis que votaram contra, e o povo como fica nisso tudo? Será que o 'secretário' Irà amenizar a saúde o fazer mais besteiras? Realmente lamentável.

    ResponderExcluir
  4. Mas o que temos visto nos últimos anos – uma malversação da coisa publica. Prefeito, sem sequer sabermos da existência ou utilidade do vice, passarem sobre todas as leis, todos os princípios legais e de respeito aos cidadãos, para contemplarem seus egos, suas famílias ou seus amigos. E temos visto uma câmara de vereadores servil, sem foco, apenas apoiando e balançando a cabeça, num sim consternado sobre quaisquer asneiras, assalto, maluquice perpetrado pelo executivo.

    ResponderExcluir
  5. Enfim, o discurso do vereador não se sustenta na lógica e denota apenas desrespeito com os trabalhadores da Saúde de Cabo Frio e com seus colegas médicos responsáveis diretamente pelos atendimentos prestados a população de nossa cidade. Trabalhadores que comumente atuam sem a estrutura e as condições necessárias para a prestação de seus serviços e agora ainda contam com a indiferença e desrespeito de outro servidor, eleito, que deveria ser o defensor mais contumaz dessa categoria.

    Os servidores da saúde de Cabo Frio esperam uma retratação pública por parte do vereador, a fim de, ao menos, desculpar-se como fez em tribuna com o chefe do executivo, depois dele próprio ter apontado afalta de estrutura e material na saúde. Só que esse governo que ele defende está tão ruim que ele prefere se abster...
    LAMENTÁVEL

    ResponderExcluir
  6. Enfim, o discurso do vereador não se sustenta na lógica e denota apenas desrespeito com os trabalhadores da Saúde de Cabo Frio e com seus colegas médicos responsáveis diretamente pelos atendimentos prestados a população de nossa cidade. Trabalhadores que comumente atuam sem a estrutura e as condições necessárias para a prestação de seus serviços e agora ainda contam com a indiferença e desrespeito de outro servidor, eleito, que deveria ser o defensor mais contumaz dessa categoria.

    Os servidores da saúde de Cabo Frio esperam uma retratação pública por parte do vereador, a fim de, ao menos, desculpar-se como fez em tribuna com o chefe do executivo, depois dele próprio ter apontado afalta de estrutura e material na saúde. Só que esse governo que ele defende está tão ruim que ele prefere se abster...
    LAMENTÁVEL

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.