Prefeitura cancela reunião com sindicatos sob a alegação de que o movimento é político

O prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa, enviou ofício aos representantes do Movimento Unificado dos servidores públicos municipais, que conta com a participação de três sindicados e duas associações representantes dos funcionários, comunicando o cancelamento da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, dia 28, às 11h, ocasião em que seriam debatidos todos os itens da pauta de reivindicações apresentada na reunião do dia 18.


De acordo com o coordenador geral de Comunicação da Prefeitura, Edinho Ferrô, “na última reunião (dia 18), em que o prefeito recebeu os sindicatos, foram apresentadas algumas demandas, sendo que reposição salarial era a de discussão imediata. Ficou acertado, então, que os sindicatos deveriam decidir sobre a proposta feita pelo prefeito e, depois, nesta reunião agendada para amanhã (28), as demais demandas entrariam na pauta”.

Ainda de acordo com a explicação de Edinho Ferrô, “o prefeito formalizou a proposta do reajuste, que ficou acima dos índices da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e os sindicatos decidiram decretar greve de 48 horas. Assim, não haveria motivo para manter uma reunião, anteriormente agendada, com a decretação de greve”.

Quando perguntado sobre a possibilidade de discussão a respeito dos demais itens para pauta de reivindicações dos servidores, o coordenador deixou uma interrogação no ar: “se havia uma reunião agendada para negociar, por que não esgotar antes as negociações?”. E terminou dizendo que “é fácil e simples negociar com sindicatos quando a questão é classista. Quando é política, não há boa vontade que resolva”.

Prefeitura cancela reunião com sindicatos sob a alegação de que o movimento é político Prefeitura cancela reunião com sindicatos sob a alegação de que o movimento é político Reviewed by Alessandro Teixeira on 27.5.15 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.