Servidores de Cabo Frio terão reajuste de 5,83%

Acabou ainda há pouco a reunião entre o prefeito Alair Corrêa e os representantes do movimento unificado dos servidores públicos municipais agendada para a apresentação de uma extensa pauta de reivindicações que incluía a definição do reajuste salarial.

De acordo com Olney Vianna, presidente do SINDICAF, o reajuste proposto pelo prefeito acontecerá na ordem de 5,83%, índice de que resulta dos números apurados do IGP-M e do INPC divididos por dois. O servidor deverá receber o aumento salarial retroativo ao mês de abril.

Servidores estiveram reunidos para ratificar a pauta de reivindicações a ser debatida com o prefeito 
O Movimento Unificado dos servidores Municipais de Cabo Frio, que conta com a participação do SINDICAF, SEPE, SINDSAÚDE e Associação da Guarda e dos Fiscais, em assembleia realizada nesta segunda-feira, dia 18, estabeleceu uma pauta de reivindicações que inclui os pontos os seguintes pontos:

1. Nomeação do COMPARP - Conselho Municipal de Política de Administração e Remuneração de Pessoal, órgão colegiado, consultivo, deliberativo e de assessoramento ao Poder Executivo, no âmbito de sua competência de formulação da política de administração e remuneração dos servidores municipais de Cabo Frio, com revisão do valor do Piso Municipal de Referência Salarial – PMRS retroativo ao mês de Abril/2015;

2. Revisão do valor do auxílio-alimentação para R$ 15,00 (expediente) e R$ 30,00 (Plantão de 24h), com concessão para todos os servidores;

3. Concessão da Evolução Funcional por Promoção Vertical de forma automática;

4. Concessão da Evolução Funcional por Progressão Horizontal (Lei do PCCR, art. 120) nos anos de 2014 e 2015 mediante solicitação por procedimento administrativo;

5. Pagamento de insalubridade aos servidores lotados na Educação, que trabalham com limpeza diária de banheiros (40%) e nas cozinhas (20%) e revisão do valor da Insalubridade de 20% para 40% aos servidores da Saúde laborando em limpeza;

6. Pagamento das Horas Extras de 50% (dias úteis/sábados) e 100% (domingos/feriados) laboradas pelos servidores da Educação;

7. Avaliação das condições penosas de todos os servidores da COMSERCAF laborando na limpeza urbana, por médico do trabalho, para concessão do adicional de atividades penosas;

8. Pagamento das licenças prêmio em pecúnia, requeridas pelos servidores aposentados (LC nº 11/2012, art. 78, §1);

9. Pagamento de todos os servidores na mesma data, sem qualquer tipo de discriminação com fornecimento de contracheques lacrados;

10. Pontualidade no carregamento do cartão do vale-transporte (antecipadamente até o dia 30 de cada mês);

11. Liberação de todas as licenças prêmio solicitadas;

12. Andamento dos processos com liberação dos pedidos de aposentadorias (IBASCAF) requeridos por diversos servidores;

13. Repasse aos bancos de parcelas dos empréstimos consignados descontados de diversos servidores;

14. Reposição emergencial de pessoal na Saúde para resolver o problema da sobrecarga de trabalho dos servidores em atividade e pagamento da gratificação de plantão (30%) aos servidores laborando sob o regime de plantão de 24 horas;

15. Cumprimento dos diversos Termos de Ajustamento de Conduta (TACs) firmados pelo município com o Ministério Público no tocante à realização de concurso público para diversas áreas de atuação exclusiva de servidores de carreira.

Todos os itens, com exceção do reajuste salarial, serão discutidos no próximo dia 28, às 11h, no gabinete do prefeito. A expectativa dos sindicatos é que a discussão avance e que os servidores, enfim, tenham as garantias trabalhistas cristalizadas na legislação.

COMENTÁRIO

A "convocação" feita pelo prefeito Alair Corrêa para a rodada de negociações com os sindicatos e associações dos servidores públicos é um avanço e reacende a "chama da esperança" daqueles que sonham com a valorização, seja ela materializada no reajuste salarial e/ou nas condições estruturais ideais de trabalho.

Independente das predileções políticas deste ou daquele líder sindical, a atenção do prefeito tem de estar na coletividade, representada, nesta oportunidade, por aqueles que foram delegados como porta-vozes dos servidores.

O "amadurecimento" do prefeito, mais do que uma atitude administrativa, reforça os pilares democráticos dos embates e isso é muito importante para o desenvolvimento da cidade.


Servidores de Cabo Frio terão reajuste de 5,83% Servidores de Cabo Frio terão reajuste de 5,83% Reviewed by Alessandro Teixeira on 19.5.15 Rating: 5

3 comentários:

  1. A aprovação ou não da proposta do Prefeito será da Assembléia Geral que é soberana. A nós, representantes sindicais, cabe tão somente negociar e encaminhar o resultado das negociações para deliberação coletiva.

    ResponderExcluir
  2. Que índice e esse!!!???? Acho que não equipara o piso do município nem com o salário mínimo!!!!

    ResponderExcluir
  3. Em relação a comsercaf, não temos o cartao de ponto faz 2 anos e 4 meses....Farei denúncias no microfone.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.