Ex-médicos do Jardim Esperança rebatem declarações de Alair Corrêa

O problema da falta de médicos no hospital do Jardim Esperança, ainda que equacionado durante a semana, continua repercutindo entre os profissionais médicos depois das declarações feitas pelo prefeito Alair Corrêa (clique aqui para ler) creditando ao corporativismo a falta de atendimento na emergência da unidade no último final de semana.


Indignados, os médicos entraram em contato e, além de rebater a versão apresentada pelo prefeito de Cabo Frio, os ex-funcionários fizeram um “raio x” da situação que dizem ser “de extrema precariedade sob o aspecto da infraestrutura”.

Um dos médicos chegou a dizer que o “prefeito está mentindo” e acrescentou que “todos os médicos estavam cumprindo quatro plantões por mês e não dois, como disse Alair Corrêa. A gente organizou, com a aprovação da secretaria, um esquema de plantões que compreendia trabalharmos dois dias consecutivos, ou seja, ao invés de um sábado toda semana, a gente estava trabalhando sábado e domingo num intervalo de quinze dias. Mas todos os plantões pelos quais recebíamos estavam sendo cumpridos”.

No áudio a seguir, além de apresentar mais informações sobre o impasse do último final de semana, um dos médicos diz que “ninguém foi demitido. Nós é que pedimos demissão. Essa versão do Alair Corrêa é mentirosa!”. O médico explica ainda, com detalhes, o caso da morte do senhor Edvaldo Dornellas, de 55 anos. “O problema não foi só a falta do desfibrilador!”.

Se você não conseguir ouvir o arquivo, clique AQUI para fazer a cópia para o seu computador.

IMPORTANTE

1. Temendo represálias, os profissionais solicitaram que a voz em todas as gravações fosse alterada. E assim o fizemos;

2. Fica franqueado o espaço para as explicações, seja da direção do Hospital do Jardim Esperança, da Secretaria de Saúde ou até mesmo do prefeito Alair Corrêa.

COMENTÁRIO

É preciso agradecer aos médicos que, em demonstração de apreço e confiança ao trabalho que desenvolvo também aqui no blog, me procuraram para a apresentação dos fatos vividos por aqueles que estão na ponta do setor público: os servidores. 

Muito me honra poder contribuir para a cidade de Cabo Frio, a minha cidade, repercutindo os acontecimentos colocando em destaque os detalhes da rotina da administração, mesmo que, vez ou outra, isso traga desconfortos inerentes das más interpretações de meu ofício.

E, por fim, a estranheza que nasce do relato das deficiências estruturais do hospital ganha ares de extrema preocupação quando temos ciência de que vidas podem ter sido perdidos por descuidos, desleixo ou, sem reservas, irresponsabilidade. O que ouvimos é aterrador e, claro, carece de explicações; não de estratégia midiática.

Ex-médicos do Jardim Esperança rebatem declarações de Alair Corrêa Ex-médicos do Jardim Esperança rebatem declarações de Alair Corrêa Reviewed by Alessandro Teixeira on 11.6.15 Rating: 5

5 comentários:

  1. Meus Deus! A que ponto chegou a saúde pública de Pagode City. Agonizante. Veja a nossa situação! Mas o que têm nos Hospitais da cidade? O que falta , já sabemos! O tamanho da incompetência supera o tamanho das criticas a saúde pública da administração do "governo passado". A Incompetência é paralisante. Só lamento! Mas nada a declarar!
    Quando falamos do passado é porque não queremos ver o futuro.

    ResponderExcluir
  2. Gostei Julio: " quando falamos do passado é porque não queremos ver o futuro" e eu acrescento: quem vive de passado é museu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "quem vive de passado é museu!" Ou blog de Cabo Frio !

      Excluir
  3. Sociedade de otários nas próximas eleições estarão todos felizes e votando nas mesmas pessoas ruins de sempre. Basta olhar para o passado sim, volte pelo menos vinte anos e verão o quanto otários todos são!!!!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.