Não vou assinar um cheque em branco para o prefeito, diz Aquiles Barreto

A Câmara Municipal de Cabo Frio aprovou na sessão desta quinta-feira, dia 18, autorização para que o prefeito Alair Corrêa realize no mercado financeiro operações de crédito, conforme previsão da Resolução n° 43/2001, que sofreu alterações apresentadas pelo senador Marcelo Crivella para permitir um “socorro” aos municípios afetados pela crise financeira nacional. 

O vereador Aquiles Barreto lamenta o fato de não conseguir acesso aos balancetes da Prefeitura. Segundo ele, de 29 meses de governo, apenas 9 relatórios foram apresentados, conforme visto na imagem
Apenas o vereador Aquiles Barreto (SDD) votou contra a autorização, sendo vencido por 15 votos. 

Aquiles disse que não é contra o empréstimo e sim contra a Câmara autorizar a Prefeitura a ter acesso a novos empréstimos sem antes prestar contas do orçamento. O vereador acrescentou: “sem ter acesso aos números oficiais e sabedor de que interessa ao Executivo escondê-los, é que votei contra um novo empréstimo e deixei bem claro para toda a sociedade que o meu voto pode ser mudado quando a Prefeitura passar a ser transparente. Eu não vou assinar um cheque em branco para o prefeito!” 

Na manhã desta sexta-feira, Aquiles usou as redes sociais para esmiuçar seu posicionamento e o texto pode ser lido na íntegra a seguir. 

O vereador Paulo Henrique Corrêa (PR) não participou da sessão. 

Não sou contra o empréstimo. Sou a favor da transparência

Durante a sessão desta quinta-feira, dia 18, expus no plenário da Câmara Municipal de Cabo Frio as razões pelas quais votei contrário à autorização para a Prefeitura buscar empréstimos no mercado financeiro em decorrência da medida adotada pelo Senado Federal com as alterações na Resolução 43/2001.

Não sou contra, no momento em que todos os municípios passam por grande dificuldade financeira, a Prefeitura de Cabo Frio buscar estas alternativas. Mas também não sou a favor de a Câmara autorizar outro empréstimo sem antes o Executivo prestar contas, ser transparente com a utilização dos recursos públicos.

Vejamos: em 29 meses do governo do prefeito Alair Corrêa, só consegui ter acesso a 9 balancetes do orçamento. Isso mesmo! Apenas 9! Sou vereador, tenho o dever de fiscalizar, mas a Prefeitura tem me vedado o acesso às informações para a devida análise dos números das nossas contas públicas.

Só para se ter ideia, o balancete do mês de janeiro de 2013, mesmo tendo solicitado, via ofício, por reiteradas vezes, ainda não chegou ao meu gabinete. Foi nesse mês que a Prefeitura patrocinou o maior réveillon do mundo. Quanto custou?

O Portal da Transparência está desatualizado e os números lá disponibilizados não condizem com o atual momento financeiro. Tanto é que, segundo levantamentos feitos por minha assessoria, está sobrando dinheiro na Prefeitura.

Até hoje a Prefeitura conseguiu honrar seu compromisso com o Banco do Brasil, tendo negligenciado com o pagamento da parcela de maio de 2015, quando o banco deveria ter utilizado os quase R$ 5 milhões depositados na agência 0150-3. A Prefeitura deve também ao banco, mesmo tendo solicitado empréstimo quando o mundo não estava em crise. A crise já era nossa, estava instalada em Cabo Frio!

Assim, sem ter acesso aos números oficiais e sabedor de que interessa ao Executivo escondê-los, é que votei contra um novo empréstimo e deixei bem claro para toda a sociedade que o meu voto pode ser mudado quando a Prefeitura passar a ser transparente. Eu não vou assinar um cheque em branco para o prefeito!

AQUILES BARRETO, vereador.

Não vou assinar um cheque em branco para o prefeito, diz Aquiles Barreto Não vou assinar um cheque em branco para o prefeito, diz Aquiles Barreto Reviewed by Alessandro Teixeira on 19.6.15 Rating: 5

Um comentário:

  1. É um pássaro? É um avião? É Superman? Não! É o vereador Aquiles Barreto! Ê ê, viva meu Deus! Apareceu um "super-herói", em Pagode City, para defender a "população", com unhas e dentes - mais dentes do que unha -, é claro!
    Que" ato heroico"! Depois dessa ação, merece até uma passagem de tarifa intermunicipal para viajar rumo ao bairro Jardim Esperança, Cabo Frio , RJ. Não muito caro. Vou comprar uma passagem "mais barata do Brasil"(segundo o prefeito), na linha "pague para entrar e reze para sair", mais conhecida como a linha 321 (São Cristóvão - Tangará). Ai, ele vai ver como o slogan: "Diminuindo Distâncias. Aproximando Pessoas" da "farmigerada" empresa, que presta um serviço de quinta,que já está na zona de rebaixamento, tem tudo a ver.

    Esse aí "subiu" no lustre e não quer mais descer. Quer ver números, colega? Compra um livro de matemática.





    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.