O retrato da subserviência da Câmara de Arraial do Cabo

Quem frequenta o plenário da Câmara Municipal de Arraial do Cabo já se acostumou com a estranha composição da Mesa Diretora do poder Legislativo. A organização dos assentos conta com lugar para o presidente, vice-presidente, secretários e líder do governo. Isso mesmo: líder do governo.

Mesmo que pareça normal aos olhos dos incautos, a destinação de uma vaga para a liderança da bancada governista na estrutura física da Mesa Diretora retrata o tamanho da subserviência do Legislativo ao Executivo. Se assim não fosse, veríamos – com a mesma estranheza - assento para um representante da oposição.

Repare, no detalhe, que o líder do governo, ou seja, o porta-voz do prefeito, tem lugar garantido na composição da Mesa responsável pela condução dos trabalhos legislativos durante as sessões plenárias

A exclusividade de local para um porta-voz do governo travestido de vereador é, na verdade, a demonstração de que os poderes, além de harmônicos, conservam traços agudos de extrema dependência. E o que também evidencia isso é o fato de todos os vereadores da bancada governista terem votado, na semana passada, matéria de grande importância sem o salutar exercício da análise do texto. Votaram porque o prefeito determinou. E ordem não se discute!

Assim, enquanto os cabistas continuam sonhando com a força do poder Legislativo, veem vereadores curvados às orientações do chefe do Executivo, “rezando” na cartilha sem questionar o milagre pretendido de suas “rezas”. Lamentável, pois apenas dois vereadores, Renatinho Vianna e Serginho Carvalho, se aproximam do ideal de uma representatividade sólida das demandas da sociedade, cumprindo cabalmente o papel de fiscalizadores dos atos do Executivo.

Resta saber dos dois “mosqueteiros” da oposição quem vai reivindicar assento na formação da Mesa Diretora da Câmara, haja vista que, uma vez constatada a atipicidade da cena, nada mais democrático do que reservar lugar para quem tem pensamento contrário ao praticado de formar protocolar e cartesiana pelos demais “legisladores”.
O retrato da subserviência da Câmara de Arraial do Cabo O retrato da subserviência da Câmara de Arraial do Cabo Reviewed by Alessandro Teixeira on 25.6.15 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.