Prefeito chama secretários e assessores de fofoqueiros

Tentando justificar a proibição de participação de secretários e assessores em grupos do WhatsApp, o prefeito Alair Corrêa recorreu mais uma vez às redes sociais e apresentou uma emenda que ficou bem pior que o soneto.

De acordo com o chefe do Executivo, aqueles que criticaram a proibição “nunca passaram pelo constrangimento ou indignação de, estando em um setor do serviço público, ter sido ignorado porque alguém que deveria atendê-lo estava grudado no telefone viajando pela internet. Pior, na maioria das vezes fofocando e com isso prejudicando o serviço ou até, ainda que inconscientemente ajudando a destruir pessoas ou o caráter das mesmas”.


A medida do prefeito, além de ser uma conduta interpretada pela grande maioria como antidemocrática, configura uma ameaça, haja vista que aqueles que não atenderem à determinação de saída dos grupos têm como opção o pedido de exoneração.

Lançando mão de seu conhecido estilo, o prefeito diz ainda que não foge ao debate e alfineta aqueles que discordam de sua determinação, os quais considera adversários políticos: “esses "democratas" pregadores da "liberdade" fingem desconhecer o problema financeiro e o social que vive a cidade nesses últimos doze meses; fingem desconhecer que a arrecadação é menor do que o gasto com pessoal; fingem não entender que a cidade necessita de todos participando do importante projeto de crescimento da receita para a mudança da administração municipal”

Leia o texto do prefeito na íntegra:

AOS "DEMOCRATAS"! 

Os que criticaram meu pedido para que as pessoas que trabalham comigo só participem no WhatsApp de grupos de trabalho não entenderam meu real objetivo. Naturalmente nunca passaram pelo constrangimento ou indignação de estando em um setor do serviço público ter sido ignorado porque alguém que deveria atendê-lo estava grudado no telefone viajando pela NET, pior, na maioria das vezes fofocando e com isso prejudicando o serviço ou até ainda que inconscientemente ajudando a destruir pessoas ou o caráter das mesmas. 

Esses "Democratas" pregadores da "liberdade" fingem desconhecer o problema financeiro e o social que vive a cidade nesses últimos doze meses; fingem desconhecer que a arrecadação é menor do que o gasto com pessoal; fingem não entender que a cidade necessita de todos participando do importante projeto de crescimento da receita para a MUDANÇA da administração municipal.

Temos hoje uma sociedade carente de um melhor atendimento nos gabinetes, nas seções, nas recepções e nos setores de um modo geral, o contribuinte chega e essas pessoas não dão importância, não tem humanidade e compreensão, não respeitam o direito deles deixando-os esperar até por horas, não se importando se ela tem pressa ou se ela tem dor. Ficam ao telefone e nem olham mais para os que estão a sua frente em busca de atendimento.

É verdade sim, que não quero os de minha confiança agindo assim. A Internet é uma das mais interessantes obras do homem e quando usada com sabedoria tem uma fantástica importância em nossas vidas, mas em algumas mãos infelizmente, tem se transformado em uma arma poderosa contra a dignidade, a moral, a família e ao próprio ser humano.

Assim penso e tenho convicção do que falo, do que defendo e do que decidi! Sei de sua importância e a uso para pesquisar, para me comunicar e para ajudar a construir um mundo melhor. Se tem alguém que pode se considerar um democrata sou eu que jamais fugi a um debate, como jamais ignorei as críticas sempre as respondendo e não tem sido poucas. 

Nenhum político nessa cidade usou mais a Internet do que eu, já são 10 anos ininterruptos viajando nela, ora postando artigos, ora respondendo críticas, ora pesquisando. Com ela dei mais celeridade as minhas ideias e aos meus projetos, como melhorei em muito os meus conhecimentos, por isto, apenas defendo que ela seja melhor aproveitada, não permitindo que os que trabalham comigo participem e incentivem a violência contra pessoas e contra a sociedade.

ALAIR CORRÊA, prefeito.

COMENTÁRIO

O prefeito começa o texto dizendo que havia feito um pedido aos secretários e assessores. Não foi pedido, prefeito, foi determinação, ordem! E quem desejar não cumprir está ameaçado de demissão.

Por outro lado, quanto à limitação de utilização das redes sociais durante o expediente, o prefeito acerta. O que não significa dizer que ele tem o direito – ainda que ache que tem o poder! – de interferir na vida de terceiros, dizendo o que pode e o que não pode. 

Todo e qualquer cidadão, fora e dentro de seu expediente de trabalho, é detentor de direitos e sujeito aos deveres. Inclusive o prefeito está cheio de deveres e não tem o direito de cercear o direito de outros.

Essa deveria ser a lógica de uma sociedade democrática.

Prefeito chama secretários e assessores de fofoqueiros Prefeito chama secretários e assessores de fofoqueiros Reviewed by Alessandro Teixeira on 19.6.15 Rating: 5

2 comentários:

  1. Não só os secretários, assessores e os demais funcionários estão na prefeitura para se dedicar a execução das tarefas para as quais foi contratada e não para ficar navegando em redes sociais. O prefeito pode não só limitar, mas também proibir sim o uso dos celulares durante a jornada de trabalho. Nesse caso, o prefeito está corretíssimo. Ponto para o prefeito. Não vejo, nada de autoritarismo nessa atitude.
    Coisa chata, a gente querendo ser atendido e funcionários (não só da prefeitura!) com a cara enfiada nos celulares.

    ResponderExcluir
  2. Toda pessoa tem o direito de estar em qualquer grupo mesmo sendo funcionário da prefeitura... Assessor, secretário e demais..é uma tremenda barbaridade o que prefeito está fazendo. Um absurdo...total falta de noção... Eu acho isso ae um começo de problema de hausaime... Sem ofensa a quem já tem essa doença. Acho que a idade está afetando a mente do prefeito.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.