Deputado diz que Alair Corrêa, para se enriquecer, deixou a cidade falida

Em recente publicação feita nas redes sociais, o deputado estadual Janio Mendes (PDT), fez uma análise do atual momento econômico nacional e a consequente repercussão da crise no orçamento público municipal. Para o deputado, essa crise atinge Cabo Frio de maneira mais acentuada por incompetência do prefeito Alair Corrêa.


O deputado estabelece uma comparação entre a realidade de Cabo Frio e a de outros municípios, e diz que o prefeito se limita a "reclamar e culpar a tudo e a todos pela falência da cidade, sem ao menos ter a dignidade de reconhecer sua responsabilidade pelo fracassado projeto de 20 anos de dominação política". Ainda de acordo com Janio Mendes, esse projeto de dominação política rendeu a Alair Corrêa "o monopólio do poder e enriquecimento pessoal". E completou: "o que [o prefeito] deixa é o legado de fracasso político, administrativo e econômico para a cidade".

Leia o texto na íntegra:

VINTE ANOS DE ATRASO

Nos últimos dias, temos presenciado acontecimentos lamentáveis que mostram que a crise atinge à cidade de Cabo Frio de forma mais acentuada do que às outras cidades. Corte de energia, falta de medicamentos, atrasos de pagamentos, abandono de prédios e paralisação de obras e serviços públicos.

A crise de competência se evidencia quando comparamos com a realidade das cidades ao nosso redor. Em São Pedro da Aldeia, ao longo dos últimos anos, temos observado a chegada de grandes empresas como: Minas Rio, Havan, Atacadão, Renault e Forte Lar; além de se beneficiar da migração de empresas de Cabo Frio, tais como: Coca-Cola, Marbela, Boibom, Fiat e Prolagos.

Ou ainda, na declaração última do Prefeito de Macaé, publicada em artigo no jornal O Globo: "Nos primeiros quatro meses deste ano, nosso município teve superávit de R$ 20 milhões com recursos próprios. Perdeu R$ 80 milhões em royalties, como esperado, mas ganhou R$ 100 milhões em ISS, porque as empresas ligadas ao setor de petróleo vão permanecer na cidade. E outras virão. Nos últimos seis meses, Macaé atraiu quase R$ 1 bilhão em novos negócios.”

Ao contrário de tudo isso, o que vemos em Cabo Frio é o prefeito reclamar e culpar a tudo e a todos pela falência da cidade, sem ao menos ter a dignidade de reconhecer sua responsabilidade pelo fracassado projeto de 20 ANOS DE DOMINAÇÃO POLÍTICA - que, se lhes rendeu o monopólio do poder e enriquecimento pessoal, deixa o legado de fracasso político, administrativo e econômico para a cidade.

JANIO MENDES, deputado estadual.

Deputado diz que Alair Corrêa, para se enriquecer, deixou a cidade falida Deputado diz que Alair Corrêa, para se enriquecer, deixou a cidade falida Reviewed by Alessandro Teixeira on 2.7.15 Rating: 5

13 comentários:

  1. Novidade? Não o Deputado só sabe fazer isso, fala fala fala , mas um político tão ligado ao governador poderia fazer bem mais do que aquilo que já virou sua marca registrada, falar e criticar a tudo e a todos.obs:/ De forma alguma estou defendendo o governo e a gestão da Prefeitura de Cabo Frio, que não concordo com absolutamente nada , mas o Deputado não tem autoridade moral para falar nada , ele está mostrando que e apenas mais um político como outro qualquer, que deita falação, luta pelos seus proprios interesses, e de vez em quando aparece, só que não queremos mais saber de frases de efeito e pseudo donos da verdade, queremos propostas e uma agenda pragmática, chega de conversa fiada Deputado, chegacde apontar o dedo, vossa excelência se acha mas não e superior a ninguém, ao contrário o Sr e bastante igual, para terminar Deputado a Guisa de sugestão já deixada anteriormente neste blog faça um relatório com todos os seus posicionamentos e seus votos ,nas matérias polêmicas e nas ordinárias na Alerj, precisamos saber como o Sr vota e nos representa, ou o Sr que prega tanto a transparência tem vergonha de como tem votado? Comenta se que aonde k Mestre Pezão mandar o Sr cegamente estará, não foi para isso Deputado que o povo sofrido da região dos lagos lhe elegeu, pense nisto Deputado ainda há tempo de nos dar um mandato com um mínimo de dignidade.

    ResponderExcluir
  2. Olá deputado Jânio Mendes, tudo bem? Mas essa análise financeira é inédita? Só o deputado Jânio Mendes e o deputado federal Marquinho Mendes para nos "brindar" com "casos inéditos". Cabo Frio é uma cidade escurecida, velha e suja.


    ResponderExcluir
  3. Severino, Cartão Vermelho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu amigão, já tava de saída mesmo, Sugiro ao editor que troque está matéria,como disse no meu comentário estou de saco cheio de conversa fiada , Quanto a vc querido continue em campo ,ou no circo ,tanto faz, os artistas precisam de claque, "palmas para os palhaços dançarem" resta saber a quem está reservado o papel de palhaço, para o Nobre Deputado é que não é, longe disso...

      Excluir
  4. Se este sujeito conseguir apontar e provar qual politico neste país não legisla em causa própria, cuida apenas de seus interesses e o único proposito é se enriquecer ou viver muito bem do erário, naturalmente será o novo cristo! O povo espera do estado aquilo que ele não pode oferecer, em razão dos recursos escoarem para os bolsos destes que vomitam boca a fora que representam o povo!!! Educação para entendimento, talvez apenas isso comece a nos libertar desta gente!!!

    ResponderExcluir
  5. O fato de que muitos políticos de carreira são mentirosos descarados, corruptos e compulsivos não é apenas uma característica inerente à classe política; é também um reflexo do eleitorado. Quando as pessoas querem o impossível, somente os mentirosos demagogos podem satisfazê-las. Pessoas que se recusam a aceitar verdades desagradáveis quando estas são ditas em épocas de bonança não têm direito de, no futuro, reclamar que os políticos mentiram e que elas foram enganadas. Afinal, com essa mentalidade que outro tipo de candidato essas pessoas elegeriam? Uma das principais mentiras do estado assistencialista e dos politicos é a noção de que o governo pode dar às pessoas coisas que elas desejam, mas que não podem bancar. Dado que o governo não produz riqueza, não tem renda própria e se mantém por meio do confisco de recursos das pessoas, então, por uma questão de lógica, se as pessoas como um todo não podem bancar algo, tampouco pode o governo. Se você vota em políticos que prometeram dar a você benesses pagas com o dinheiro confiscado de terceiros, então você não tem nenhum direito de reclamar quando esses mesmos políticos resolverem tomar o seu dinheiro para repassá-lo para terceiros, inclusive para eles próprios. Simples assim.

    ResponderExcluir
  6. A mentira, por incrível que pareça, é o maior produto que um político pode oferecer. Vamos por exemplos: Se um político mente, afirmando que vai 'arrumar todos os problemas da saúde', é porquê fará justamente o contrário: irá destruí-la ainda mais. Porquê? Simples: se a saúde pública realmente funcionasse, não seria necessário vendê-la no palanque, não teria sentido. Se, ao contrário, a saúde pública estiver caindo aos pedaços, ela torna-se objeto de esperança da população que não pode pagar pela saúde privada (que é normalmente controlada pelos próprios políticos). Naturalmente que a maioria esmagadora dessas pessoas são guiadas pela esperança de que as 'coisas melhorem', e isso é justamente aquilo que os políticos querem: criar problemas para vender esperança, criando assim, um eterno círculo vicioso que tende a terminar sempre mal. É por isso que hoje, nos palanques políticos, só vemos políticos vendendo esperança na forma de falsas promessas. E a esperança, todos sabemos, não passa de uma ilusão de que a solução dos problemas cairá dos céus, um dia...
    O ápice dessa loucura é quando o político mais lunático e muito corrupto consegue juntar alguns grupos que se dizem rivais ao seu redor e implanta o Santo Graal da política: uma ditadura misturada ao coronelismo em que tudo podem. A partir desse ponto, o político não precisa mais mentir ao seu povo, e este finalmente reconhece que toda a esperança é vã.

    ResponderExcluir
  7. Severino, seu dia na prefeitura de Cabo Frio esta preste acabar, vai se juntar a um bando de gente que não faz nada na cidade, ficam alojados na Confeitaria Branca ou no Parada Obrigatória, espantando gente de bem a entrar nestes ótimos estabelecimentos comerciais, nada contra os proprietários, são obrigados a aturarem qualquer tipo de mala.

    ResponderExcluir
  8. Kkkkkkkkkkk, Querido amigo "Dia na Prefeitura" faça me rir, , Qual o planeta de origem,? Identifique se Alien? Aliás qual a constelação? Não tenho e nunca terei nada a ver com este desgoverno instalado em Cabo Frio, mas isso não me transforma em um serviçal do Deputado talvez pago com o dinheiro público para monitorar blogs e redes sociais para defender o Deputado, na verdade a democracia me concede o direito de expressar o que penso lamento se vc se ofende, mas entendo suas razões.Mas ao invés disso esclareça, me responda,,como o Deputado tem votado? Como está sendo seu comportamento na Alerj,? Quais interesses tem defendido? Quer que eu detalhe mais? Por exemplo na questão do Transporte, ou na questão dos servidores públicos, amigo não tenho nada pessoalmente contra o Deputado,mas desde sempre nutro uma aversão natural aos políticos que fazem da falação sua principal ferramenta, e se comportam como donos, e da verdade e detentores da reserva moral, e cá entre nos eu e vc sabemos que o Nobte Deputado é apenas mais um político igual a todos os outros que usa seu mandato para se perpetuar no poder, no caso sendo um Núncio do Pezão, Vc sabe o que é um Núncio? Joga no Google, daí vc aprende e passa isso tudo para o " Chefe" ok?

    ResponderExcluir
  9. .Manezao mesmo, pra defender político ta levando algum, deve ter portaria da Alerj,

    ResponderExcluir
  10. "JANIO NÃO CUMPRE"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tava pregado um papel no poste perto do laboratório do Osmani, JANIO não cumpre, pior que não cumpre mesmo

      Excluir

Tecnologia do Blogger.