Mesmo atrelado ao governo, Dr. Paulo César se diz autônomo

Ao comentar as declarações do prefeito Alair Corrêa, o ex-deputado federal Dr. Paulo César disse, em entrevista concedida ao jornal Folha dos Lagos, que “com 55 anos de idade, um mandato de vereador e dois de deputado, não preciso ser liberado para tomar o caminho A, B, C ou D. Pela minha história política, o único que pode decidir sobre isso sou eu mesmo”.


Isolado politicamente desde as eleições de 2012, quando subiu no palanque de Alair Corrêa, Dr. Paulo César busca alternativas para revitalizar sua caminhada política e para isso deve aglutinar forças com outras lideranças de Cabo Frio. A primeira ação após a “carta de alforria” do prefeito seria uma reunião com Silas Bento e Alfredo Gonçalves (clique aqui para lembrar), agendada para a noite da última quarta-feira. (A reunião foi cancelada).

COMENTÁRIO

Dr. Paulo César, além de enfrentar problemas partidários, vive um drama político. As palavras de Alair Corrêa refletem muito mais que uma estratégia egoísta de busca do poder pelo poder. O que o prefeito fez, mesmo que sinalizando um caminho de divisão para a dominação, foi definir o tamanho político de cada uma das lideranças de seu grupo. 

Dr. Paulo César subiu no palanque de Alair, participou da construção da vitória de Alair e não recebeu o apoio de Alair Corrêa e de seu grupo nas eleições de 2014 (ano em que Paulo César buscava a reeleição para deputado federal) como forma de gratidão.

Sem grupo político e sem apoio consistente de Alair Corrêa, Dr. Paulo César está no limbo, experimentando um injusto e agudo ostracismo político. Alair Corrêa foi para Dr. Paulo César um Rei Midas às avessas.

Mesmo atrelado ao governo, Dr. Paulo César se diz autônomo Mesmo atrelado ao governo, Dr. Paulo César se diz autônomo Reviewed by Alessandro Teixeira on 30.7.15 Rating: 5

2 comentários:

  1. Dr. Paulo César está mais perdido do que pagador de mínimo da fatura do cartão de crédito com juros de 360% ao ano.
    Caiu literalmente do palanque.

    ResponderExcluir
  2. “com 55 anos de idade, um mandato de vereador e dois de deputado, não preciso ser liberado para tomar o caminho A, B, C ou D. Pela minha história política, o único que pode decidir sobre isso sou eu mesmo”. Depende digníssimo ex-deputado ou se preferir deputado sem mandato, depende do acordo que outrora você vez com as raposas e se lixando para a população, receba agora o povo com titulo de eleitor na mão como uma arma para continuar limando políticos com você que em nada contribuem para o bem estar da sociedade!!! Demorou, mas as mudanças são visíveis. Graças a Deus!!!!!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.