RECOMENDO | Bons hábitos podem transformar o futuro

Todas as pessoas têm hábitos, isso é fato. Uns bons, outros nem tanto. Seguindo o pensamento de Aritóteles de que “as virtudes nós adquirimos pelo exercício”, a escritora e palestrante Ana Pregardier desenvolveu o método lúdico-vivencial de formação de hábitos - reconhecido cientificamente junto às entidades acadêmicas Brasileiras e da Rússia - de Educação Financeira, que desperta nas crianças a consciência de gastos conscientes.

O livro "A aventura da economia", de Ana Pregardier, foi lançado em Cabo Frio

- É importante a criança entender que economia não é só guardar dinheiro. No universo dela, economizar é cuidar do material escolar, da roupa, não desperdiçar água; tudo isso vai fazer com que seus pais gastem menos e, consequentemente, tenham mais dinheiro para investirem em outras coisas como, por exemplo, uma viagem em família que os pequenos adoram. Tudo é questão de exercitar essas crianças a criarem hábitos saudáveis de economia, pois, com toda certeza, serão adultos mais responsáveis na hora de gastar, explica Ana Pregardier.

E nada melhor do que despertar esse hábito - e até mesmo paixão pelas finanças - através de brincadeiras lúdicas. Foi assim que Ana Pregardier mergulhou no universo infanto-juvenil e escreveu os livros “A Origem do Dinheiro”, “A Aventura da Economia” e “Educação Financeira – Jogos para sala de aula: a abordagem lúdico-vivencial de formação de hábitos”, este último lançado recentemente em Porto Alegre e Cabo Frio.

- Na verdade, as crianças e os jovens aprendem sobre finanças brincando. Isso faz toda a diferença! A construção de hábitos úteis, que estimulam a consciência responsável, é uma tarefa gradativa e por isso deve começar cedo. Assim podemos transformar o futuro, pois teremos adultos mais responsáveis na gestão de suas vidas, salienta a escritora, lembrando da etimologia da palavra finanças (lat. Finantia), que significa “definição amigável de uma controvérsia”.

Mais de 60% das famílias brasileiras estão em situação de endividamento, de acordo com dados do IBGE, e isso por conta de diversos fatores, como: a grande oferta de crédito, o consumo desenfreado e a falta de alfabetização financeira.

- Esses dados mostram que algo deve ser feito para que as crianças não sejam objeto do consumismo desenfreado. A Educação Financeira ajuda a criança e o jovem a construírem formas de lidar com o dinheiro – entendendo que ele é apenas um meio – e que existem coisas que realmente são importantes e que não podemos viver sem, conta Ana.

Trabalhar com Educação Financeira é um conceito de vida para a escritora. Ela consegue despertar em adultos e jovens o amor por uma área que – até então – muitos julgavam chata, pois só conheciam dinheiro como uma forma de lucro ou dívida.

- Conheci o trabalho da Ana e realmente fiquei encantado. Agora as finanças não são mais um “bicho-papão”. Creio que todas as escolas deveriam ter essa disciplina em sua grade curricular. Com certeza, se eu tivesse estudado Educação Financeira desde a infância, não teria feito muitas compras desnecessárias no cartão de crédito, declara o designer Klayton Georgio.

Para quem ainda não conhece o trabalho, a dica é visitar o site www.intusforma.com.br e mergulhar em um mundo cheio de aventuras, brincadeiras e desafios, capazes de mudar o olhar da criança, preparando-a para um futuro responsável, sustentável e muito mais feliz!

SERVIÇO

Na Região dos Lagos, os livros da escritora podem ser solicitados na Editora Comunicação, através do telefone (22) 2644-2164.


Ana Pregardier, que também é empresária, está desenvolvendo o Game de Turismo Interativo de Cabo Frio. O projeto, além de propagar a história da cidade no país e no mundo, tem a intenção de formar jovens multiplicadores que, futuramente, poderão trabalhar como agentes de turismo na cidade. É um trabalho inovador no Brasil e foi apresentado ao público durante o 1º Convention Network, realizado no Clube Costa Azul, no último dia 23.

Clique AQUI para acessar o Game.

Texto: KEETHERINE GIOVANESSA | Fotos: IZABELA PORTO

RECOMENDO | Bons hábitos podem transformar o futuro RECOMENDO | Bons hábitos podem transformar o futuro Reviewed by Alessandro Teixeira on 9.7.15 Rating: 5

Um comentário:

  1. É louvável a iniciativa mas...no Brasil reina a conveniência não a lógica. O Brasil é o país do futuro desde 1500, não conseguem realizar as quatro operações...imagina tentar falar sobre "curva de Laffer", mesmo assim parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.