Dinheiro do empréstimo é para bancar campanha, diz Janio

O deputado estadual Jânio Mendes (PDT) fez um desabafo contra a “venda do futuro” durante a sessão de terça-feira (25) da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Na tribuna, o parlamentar de Cabo Frio disparou forte na direção do prefeito Alair Corrêa (PP), citou o município de Campos e prometeu ingressar com uma ação judicial para barrar a antecipação de receitas. Na visão do deputado, o dinheiro será usado “para bancar campanha eleitoral”.

TRIBUNA | Não existe este caos que estão tentando vender, diz Janio Mendes
Para Janio Mendes, os cidadãos precisam se unir para evitar uma dívida que ficará “por duas décadas”. “Assim como o município de Campos, Cabo Frio também está recorrendo a essa antecipação de receitas. Trata-se de um grande absurdo, já que o atual prefeito, por incompetência, quebrou uma Prefeitura rica. Para se ter uma ideia, a arrecadação de 2014 em Cabo Frio foi de R$ 1 bilhão. Tudo isso para uma cidade com 200 mil habitantes. Como pode estar passando por dificuldade? E o município tem aumentado a sua receita própria. Ou seja, não existe esse caos que estão tentando vender”, discursou o parlamentar, que continuou: “Essa negociação na bolsa de Nova Iorque envolve agiotas que não são nada confiáveis. Vão comprometer duas décadas por conta de uma administração perdulária. Essa venda do futuro é para bancar campanha eleitoral no próximo ano. Vamos ingressar na Justiça nas próximas horas para lutar contra este absurdo”.

O deputado Paulo Ramos (Psol), entrou no debate e considerou a proposta absurda. “Olha, se existe essa história de negociar com agiotas nos Estados Unidos, podemos dizer que se trata de um grande risco para os municípios. Podemos estar diante de vários crimes”, opinou Ramos.

Em Campos, mesmo após a aprovação pela Câmara, os membros da oposição garantem que a luta contra a “venda do futuro” continua. “Perdemos uma batalha, mas vamos continuar lutando contra essa manobra que pretende negociar o futuro. Nossos filhos e netos não podem pagar a conta pela incompetência e falta de capacidade administrativa dos atuais governantes”, afirma o vereador Rafael Diniz (PPS).

Na última segunda-feira o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), comentaram sobre a chamada “venda do futuro”. Na visão dos peemedebistas, a operação vai atrasar o desenvolvimento das cidades. “O momento não é bom porque o preço do dólar está em alta e o do barril do petróleo em baixa. O Estado tem autorização para realizar esse tipo de operação de crédito, mas não vai fazer no momento”. O mesmo alerta foi feito por Picciani, que ainda disse que os possíveis empréstimos irão atrasar em uma década o desenvolvimento dos municípios.


COMENTÁRIO

Como dito em  comentário anterior (clique aqui para lembrar), a questão do empréstimo dos royalties tem grande contribuição de fatores políticos. A declaração do deputado estadual Janio Mendes é gravíssima e precisa ser prontamente rebatida pelo prefeito Alair Corrêa, mas sem aquela cena patética que costuma utilizar nas mídias sociais.

O prefeito precisa vir a público e mostrar para a população as demandas do município, tentar justificar a necessidade do empréstimo e informar a prioridade para a utilização do dinheiro que - dizem - chegará.

Se prefeito, deputado e outros ficarem nesse joguinho de situação versus oposição, a cidade é que sairá perdendo. Assim, desafio o prefeito a abrir as contas, sem tergiversações, e tentar convencer a sociedade de que o empréstimo é mesmo "um mal necessário". 

A "artilharia" contra o prefeito está sendo usada e o povo é que está sendo atingido e ficando à deriva neste oceano de incertezas sobre o orçamento e sobre o futuro.

Dinheiro do empréstimo é para bancar campanha, diz Janio Dinheiro do empréstimo é para bancar campanha, diz Janio Reviewed by Alessandro Teixeira on 27.8.15 Rating: 5

3 comentários:

  1. Também penso que é para fazer caixa para a campanha/2016. Agora vamos combinar que Alair, não vai abrir as contas para o povinho.O que posso dizer é que tenho muita sorte: meus netos não pagarão essa dívida, pois não os tenho. Mas tenho muita pena dos netos de amigos que vivem aqui em Cabo Frio.

    ResponderExcluir
  2. "..........o prefeito a abrir as contas............"
    Colega, é mais fácil você pegar um avião com destino ao Pantanal, Mato Grosso do Sul, para ver um jacaré sentar do que o prefeito abrir as contas.

    ResponderExcluir
  3. Jânio só sabe falar....., a foto não poderia ser melhor, na tribuna ele fica igual pinto no lixo, quando tem que tomar alguma ação a nível prático é que o bicho pega,,, ah e tem mais, em uns postes de Cabo Frio estava escrito " JANIO não Cumpre"/Porquê será?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.