Empréstimos aos municípios: ​Pezão e Picciani são contra

Mesmo após o governador Luiz Fernando Pezão e o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, ambos do PMDB, fazerem duras críticas à contração de empréstimos para os municípios com base na antecipação dos royalties, o prefeito Alair Corrêa (PP) afirmou ontem em vídeo divulgado no Facebook que a medida ajudará a salvar Cabo Frio. Ele também atacou a oposição.


– Os adversários falam que estamos vendendo o futuro. Perguntemos a eles: como podemos vender o futuro se temos um presente totalmente comprometido por terem sido administrativamente irresponsáveis no passado? Quem poderia, conhecendo nossa situação de cidade falida, querer comprar nosso futuro? Se estão se referindo aos recursos que estamos lutando para conseguir salvar Cabo Frio, esclarecemos que esse dinheiro tem a chancela do Senado e da Agência Nacional do Petróleo.

Esta semana, no I Fórum de Valorização dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro, em Macaé, Pezão e Picciani alertaram sobre os riscos da operação financeira.

– O momento não é bom porque o preço do dólar está em alta e o do barril do petróleo em baixa. O Estado tem autorização para realizar esse tipo de operação de crédito, mas não vai fazer no momento – disse Pezão.

Picciani foi além e disse que a medida representaria ‘um atraso de, no mínimo, dez anos para os municípios’ que a adotarem. Diante de uma plateia de políticos e empresários, o presidente da Alerj foi enfático e fez críticas à aplicação dos recursos provenientes do petróleo nos últimos anos, frisando que todos conseguirão superar a crise, mas “quem usou bem o dinheiro dos royalties passa de maneira diferente de quem usou mal”.


COMENTÁRIO

Essa questão da "antecipação" dos royalties do petróleo divide opiniões em Cabo Frio. No entanto, o pior que poderia acontecer já aconteceu: transformaram o assunto em mera pauta política. De um lado vemos o deputado estadual Janio Mendes e suas interpretações a partir dos números aos quais teve acesso; de outro, vemos o prefeito Alair Corrêa com suas "explicações" e "alfinetadas", escondendo os números da execução do orçamento.

Por sua complexidade e por envolver inúmeros fatores, o assunto merece maior e melhor atenção e, por isso, voltarei ao tema aqui no blog, apresentando dados que talvez contribuam para a compreensão do leitor, independentemente dos "ingredientes" políticos que envolvem a temática de importância para o presente e, principalmente, para o futuro.

Aliás, bom destacar que na sessão da Câmara Municipal de Cabo Frio, na manhã desta quinta-feira (27/8), a maioria dos vereadores entende que "não se deve falar do passado e o que é hora de tratar do assunto com olhos no futuro". Como não resgatar um passado recente em que a Câmara aprovou e a Prefeitura utilizou R$ 150 milhões de empréstimo sem o mínimo de transparência? Não interessa aos vereadores saber o "paradeiro" dessa grana toda?

Se a Prefeitura, que já é chamada de caloteira pelo Banco do Brasil, precisou contrair empréstimo quando estava "bem das pernas" e, mesmo assim não conseguiu honrar seu compromisso firmado de pagamento com as trimestrais dos royalties do petróleo [a Prefeitura comprometeu as trimestrais até novembro de 2016], que critérios adotaria para usar o empréstimo futuro?

Assim, tão importante quanto pensar no futuro, é observar esse passado para que não sejam repetidos os erros.

Empréstimos aos municípios: ​Pezão e Picciani são contra Empréstimos aos municípios: ​Pezão e Picciani são contra Reviewed by Alessandro Teixeira on 27.8.15 Rating: 5

4 comentários:

  1. Ufa! Bingo. Até que Enfim! Eu também sou contra ao empréstimo!

    ResponderExcluir
  2. EU ACHO QUE O TRIBUNAL DE CONTAS, MINISTÉRIO PÚBLICO, E OUTROS ORGÃOS (MENOS A CÂMARA MUNICIPAL), DEVERIAM VERIFICAR QUANTO DE RECURSOS - ROYALTES E OUTROS REPASSES-FORAM CREDITADOS PARA CABO FRIO E ONDE E COMO FORAM APLICADOS. ADIANTAMENTO EM ÉPOCA DE ELEIÇÕES É MUITO SUSPEITO.O MUNICÍPIO PODE QUEBRAR E AÍ A VACA VAI LEVAR A CORDA PRO BREJO POIS ELA JÁ ESTÁ ATOLADA.

    ResponderExcluir
  3. Se este empréstimo não sair, Alair estará derrotado na urnas, pois sem grana não se faz campanha eleitoral! Não ao empréstimo, vamos prá rua!!!!

    ResponderExcluir
  4. O governo estadual e contra.......mas esse mesmo governo fez um emprestimo......alguem pode explicar ?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.