CABO FRIO | Vereadores querem analisar contratos firmados com a Córrego Rico

Mais polêmicas envolvem a Prefeitura de Cabo Frio e desta vez a razão é o aditivo de R$ 27 milhões pagos a Córrego Rico Transporte e Construção Ltda. A veiculação do extrato no jornal que faz as publicações oficiais do governo municipal gerou uma onda de questionamentos nas redes sociais e motivou os vereadores Aquiles Barreto (SD), Celso Campista (PSB) e Adriano Moreno (PP) a colocarem, na sessão de amanhã, requerimento solicitando detalhes sobre os contratos com a empresa: tando dos R$ 34 milhões que já foram pagos, quanto do aditivo.

FISCALIZAÇÃO | Três vereadores exigem explicações do prefeito quanto ao contrato milionário

– Vamos preparar hoje (ontem) e além do detalhamento, vou questionar a proximidade da empresa com o governo, assim como a data de existência porque ela foi criada em 2005, quando Alair ainda era prefeito. Serviu à prefeitura até 2008 e retorna quando ele volta a ocupar a cadeira do Executivo. É, no mínimo, estranho – analisou Aquiles, que aposta numa votação favorável dos pares da Casa.

Segundo ele, o requerimento poderá ser encaminhado à secretaria de Administração e/ou à de Fazenda. Caso vereadores encontrem alguma irregularidade a empresa poderá ser ouvida e até mesmo um CPI poderá ser instaurada. Ontem, ao fim da sessão, à exceção dos três proponentes do requerimento, os vereadores da base aliada se reuniram para discutir que estratégias adotar caso o requerimento seja apresentado.

– As pessoas me perguntam na rua como vamos pagar isto. Não temos remédio, exame de sangue não pode ser feito porque a prefeitura não pagou R$ 25 mil para o laboratório. Na UPA não tinha material para coleta de exame – enumerou Campista. Já o vereador Adriano questionou a falta de verbas para manutenção de programas sociais, como o Cartão Dignidade, que corre o risco de ser extinto.

– Não podemos ter dois pesos e duas medidas. Foi uma dificuldade liberar a subvenção de R$ 51 mil para atletas representarem Cabo Frio, mas temos dinheiro para isso? – interrogou.

Fonte: Folha dos Lagos

COMENTÁRIO

A relação da Prefeitura de Cabo Frio com a Córrego Rico Transporte e Construção Ltda. começa a ser alvo de diferentes veículos de comunicação, do Ministério Público e, por fim, da Câmara Municipal, onde os vereadores devem analisar o assunto no plenário do Legislativo.

É esperar para ver! Afinal, quinta-feira, dia de sessão, é logo ali.

CABO FRIO | Vereadores querem analisar contratos firmados com a Córrego Rico CABO FRIO | Vereadores querem analisar contratos firmados com a Córrego Rico Reviewed by Alessandro Teixeira on 30.9.15 Rating: 5

4 comentários:

  1. Vereador Aquiles aproveite e faça um requerimento para apurar as irregularidades sobre a firma que faz a limpeza do Centrinho e recebe R$587.000.00 dos cofres municipais e largue a firma dos outros. Voce tem rabo preso com esse Prefeito, esta fazendo cena porque sabe que nao vai ser aprovado, é tudo combinado.

    ResponderExcluir
  2. E eu aqui precisando de R$500,00 para efetuar a troca do meu bloco dentário. O meu bloco parece vereadores de Cabo Frio. Não tem mais utilidade (e quando teve?), precisa ser renovado.

    ResponderExcluir
  3. Enquanto isso todos os carros alugados foram retirados por seu dono, pois não vê pagamento à séculos, inclusive, o Abrigo Municipal. Sou professôra contratada do Município e hoje as crianças do Abrigo não foram a aula, pois não tinha carro para levá-las, pelo menos na parte da manhã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapá, prefeitura de Cabo Frio além de ser ruim de pagar, ainda tem que aturar os abusos e as promessas que não são cumpridas na íntegra. Eita povo que se acha. Se acha não, tem certeza.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.