CÓRREGO RICO | Vereador desafia Alair Corrêa a apresentar documentos

A polêmica publicação de um termo aditivo de R$ 27 milhões para a locação de equipamentos (leia-se veículos) mostra que muita água ainda vai passar num córrego bastante rico localizado em São Pedro da Aldeia e que jorra na Prefeitura de Cabo Frio.

O mais recente capítulo envolve o prefeito Alair Corrêa (PP) e o vereador Aquiles Barreto (SD). Isso porque o chefe do Executivo publicou texto indagando se Aquiles Barreto e Celso Campista (PSB) – os dois vereadores que sustentam requerimento cobrando cópias de contratos, processos e editais da Córrego Rico – estariam “moralmente prontos para questionarem a honestidade” dos seus atos.

DESAFIO LANÇADO | Aquiles Barreto desafia o prefeito a debater caso da Córrego Rico na Câmara

Sem reservas e sem deixar a “peteca cair”, Aquiles Barreto aproveitou a oportunidade para desafiar o prefeito a ocupar a tribuna da Câmara para apresentar os documentos referentes à contratação dos serviços da empresa que aluga equipamentos, veículos e que ainda presta diversos serviços em obras da Prefeitura de Cabo Frio.

- O prefeito Alair Corrêa, ao invés de apresentar os documentos e os interesses que circundam as relações do governo com a empresa Córrego Rico, que deverá receber R$ 27 milhões de aditivo, preferiu questionar a minha moral e a legitimidade que tenho para cobrar explicações sobre os atos do Executivo. Assim, quero desafiá-lo a estar no plenário da Câmara na próxima quinta-feira, dia 8, às 10h, com todos os documentos, incluindo processos de pagamento, editais e o contrato com a referida empresa, escreveu Aquiles Barreto em postagem nas redes sociais.

O vereador terminou o texto garantindo que não vai retirar o requerimento de pauta, acrescentando que “essa é única forma de o prefeito não passar pelo constrangimento de ser obrigado, via requerimento, a apresentar os dados solicitados”. De acordo com Aquiles Barreto, “existe um caminho mais fácil: o prefeito ocupa a tribuna, apresenta os detalhes do contrato com a Córrego Rico e, dependendo do que for apresentado, tudo se resolve”.

COMENTÁRIO

O que resta é esperar a quinta-feira chegar ou o prefeito “correr para o Face” e destilar seus costumeiros veneno e rancor. Tudo é possível quando o prefeito é Alair Corrêa. 

O desafio está lançado e quero ver se o prefeito terá coragem suficiente para encarar essa pedreira. Quer dizer, pedreira não! Ainda que haja uma certa proximidade entre a pedreira e o Córrego, o que o prefeito precisa enfrentar é o seu próprio desejo de não ser transparente.
CÓRREGO RICO | Vereador desafia Alair Corrêa a apresentar documentos CÓRREGO RICO | Vereador desafia Alair Corrêa a apresentar documentos Reviewed by Alessandro Teixeira on 6.10.15 Rating: 5

10 comentários:

  1. Prefeito aproveite a oportunidade e leve à Camara o contrato do Centrinho de R$587.000.00(Quinhentos e oitenta e sete milm reais), caso tenha dificuldade de localizar o contrato o Sr Rafael Peçanha tem, pois ele já publicou criticando.o vereador Aquiles Barreto proprietario da firma que limpa o Centrinho.(eu sei que é dificil porque fatalmente complicará os dois lados.

    ResponderExcluir
  2. REGRA DO JOGO: Capítulo 33 - quarta-feira
    Romero tenta reconquistar a confiança de Djanira, mas a professora vê as armas escondidas e se desespera. Tóia conta a Juliano que seguiu Zé Maria até a casa em que ele mora e o ex-lutador termina o noivado com ela. Romero ameaça a mãe. Atena sonda Romero sobre Tóia. Zé Maria briga com Romero e Atena o defende. Djanira relata para Adisabeba suas descobertas sobre Romero e Zé Maria. Juliano diz a Merlô (Juliano Cazarré) que não pode mais ficar com Tóia. Djanira pede que Tóia fique longe de Romero, mas a filha exige uma explicação para o pedido. Romero consola Tóia e Atena fica com ciúmes. Zé Maria procura Djanira.

    ResponderExcluir
  3. Esse vereador é um federal, gosta é mesmo de delegar, todo cuidado é pouco com esse menino.

    ResponderExcluir
  4. Galera já falei: Não esquenta a cabeça. É tudo "casca" da mesma ferida.

    Ai, hoje passeando e tropeçando tranquilamente nas " Planícies e nos "Planaltos" das calçadas da cidade, quando entra e atrapalha o meu caminhar um colega Alairzista e me pergunta: " Ué, você não fala nada das 62ª condenações de MM? " E eu pensando comigo mesmo: o que eu tenho com isso? Mas para não perder a esportiva e não mandar para aquele lugar, porque ultimamente eu estou meio "guerrilheiro do Estado Islâmico" e jogo "bomba e morteiros", mandei com categoria: - Ótimo Mais três, tem direito a transporte público gratuito. É só apresentar um documento oficial com foto! Fala sério! Zé povinho não sai das cavernas.

    ResponderExcluir
  5. Eu não sou palhaço mas quero ver o circo pega fogo mesmo. Mas duvido q o prefeito vá prestar contas desses contratos. Nem dsses nem de outros pq transparência passa longe da prefeitura. Só se fosse obrigado mesmo pela justiça.

    ResponderExcluir
  6. Circo não tem só palhaço não Anônimo (a) das 20:59. Tem mágico, engolidor de espadas, domador. Pode escolher, quando você crescer.
    Esquece esse papo de fogo. Viaja não.
    Povinho de Cabo Frio quer ver transparência, mas desde que não seja, no ransporte público.

    ResponderExcluir
  7. Tem um gordo que se diz jornalista,mas,tem uma gorda portaria na Prefeitura de Cabo Frio e agora depois de falar tanto do Prefeito de Sao Pedro dÀldeia, ganhou uma gorda tambem e agora se voltra para a de Arraial do Cabo, tentando uma gorda tambem com Andinho. No governo de Marquinho tinha uma portaria muito gorda dada pelo seu amigo Helcio Azevedo. Essa GORDA nada tem a ver com o citado portariado da região dos lagos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo olha o "buli". Mas diz o nome do jornalista obeso ai? Não consegui identificar?

      O Hélcio Azevedo ( mas seboso que carne seca de pobre.) foi o único do grupo de MM, que não foi "decapitado", pelo "Estado Alairzâmico". Virou um "troféu" nesse povoado. Caiu nas graças. Por que será hein? Acho que eu sei o motivo,
      Já o ex-secretário de saúde Dr. Roberto Pillar, não curtiu nem um dia de sua (dele) licença. O "Estado Alairzâmico tomou" o poder é o ex-secretário teve a licença "caçada" na mesma hora. Ôoooo Coitado! Liga não Dr. Roberto Pillar; É inveja!
      Mas só conto na presença dos meus advogados - acho muito chique, quando rico diz isso quando vai preso.

      Excluir
  8. A portaria é GORDA e ele é obeso mesmo e esta a serviço do Chumbinho,, e foi até passar para um laranja secretario de Alair Correa, nao tem competencia mas tem blog e ameaça até os familiares, atualmente briga com o vereador Aquiles Barreto para ver se consegue alguma coisa.

    ResponderExcluir
  9. Já sei quem é. Ele é portador da mesma simpatia do Hélcio Azevedo. Blogueiro e não jornalista. Para ser jornalista tem que estudar né?.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.