11 do 11: o dia que não deu certo para Alair Corrêa

Após sucessivas e fracassadas manobras para tentar conter a força dos movimentos agendados pelo Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação – SEPE – o prefeito Alair Corrêa consolidou sua imagem como principal alvo dos servidores púbicos municipais, que têm uma extensa pauta de reivindicações, incluindo salários atrasados e supressão de garantias cristalizadas pela legislação trabalhista.

NÃO DEU CERTO PARA ALAIR | Muito menos para Cabo Frio

No início da tarde desta quarta-feira, dia 11, o prefeito Alair Corrêa foi até o Centro de Estudos Natália Caldonazzi, no Portinho, para se reunir com diretores das unidades escolares da rede pública municipal, ocasião em que falou das dificuldades enfrentadas pelo governo, justificando, assim, os corriqueiros problemas quanto ao calendário de pagamentos dos salários e a desatenção em relação aos “benefícios” decorrentes do tempo de serviço prestado.

Não deu certo. 

Após a cansativa “palestra”, o que o prefeito conseguiu foi gerar uma revolta ainda maior; revolta disfarçada entre os parcos aplausos que conseguiu “arrancar” – afinal, diretor exerce função gratificada e um aplauso pode significar manutenção de “benefícios” [bom que nem todos pensam e agem assim].

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA | O prefeito falou muito e disse pouco em reunião com diretores de escola

Depois da infrutífera reunião vespertina, o prefeito acabou “colaborando” para que os profissionais da Educação tivessem motivação ainda maior para a reunião extraordinária com o SEPE, que foi realizada com um dos maiores índices de participação da categoria. O auditório da Escola Edilson Duarte ficou pequeno e a reunião se estendeu para o pátio.

A última aposta do governo é tentar esvaziar a proposta de greve e, para isso, informou, via secretaria de Educação, que não haverá aula na quinta (12) e na segunda (16). Também não deu certo e agora os dirigentes do Sindicato acabam de ganhar um prefeito que adere à greve, numa demonstração clara de ser “patrocinador” do espírito democrático que percorre o Estado de Direito.

FALTOU ESPAÇO | Contratados e concursados lotaram assembleia do SEPE. Sobraram revolta e indignação

Por fim, a decisão mais recente dos servidores é ocupar a calçada em frente ao Tamoyo Esporte Clube na noite desta quinta-feira, quando serão entregues os títulos de cidadania cabo-friense em sessão solene organizada pela Câmara Municipal.

“11 do 11” é, definitivamente, um dia que não deu certo para o prefeito Alair Corrêa, que também não deu certo na condição de prefeito.

11 do 11: o dia que não deu certo para Alair Corrêa 11 do 11: o dia que não deu certo para Alair Corrêa Reviewed by Alessandro Teixeira on 12.11.15 Rating: 5

9 comentários:

  1. PARABÉNS AO SEPE DE CABO FRIO QUE MOSTROU NA NOITE DE ONTEM QUE A UNIÃO É ESSENCIAL PARA CONSEGUIRMOS NOSSOS OBJETIVOS. O COLÉGIO EDILSON DUARTE FICOU PEQUENO PARA EDUCAÇÃO,
    FICOU BEM CLARO O DESESPERO DO GOVERNANTE DIANTE DAS MEDIDAS APROVADAS PELA CATEGORIA.
    JÁ ESTAVA NA HORA DE DAR UM BASTA A ESTE DITADOR MENTIROSO E VINGATIVO.

    ResponderExcluir
  2. É tudo onze não é? O pior prefeito? Alair Corrêa, quantas letras tem? O que deu certo? Essa tem doze. Eu vou fazer uma combinação e jogar na mega sena acumulada. Vai dar certo? Só espero que não dê certo, igual ao governo maravilhoso do prefeito Alair.
    Sexta-feira 13 aniversário da cidade. O atual cenário favorece Faz uma festa Halloween!

    Não senta para conversar e nem consulta ninguém acaba tudo em greve.E os estudantes, Ôooooo.coitados! Agora, que muitos funcionários da prefeitura torceram para o Alair vencer as eleições, achando que teriam dias mais felizes, isso tinha. "Que Alair paga (ou pagava) 14° salário e blá blá.." Agora corre o risco de nem receber o 13º salário. Só lamento!

    ResponderExcluir
  3. Os professores devem mesmo ocupar a entrada do Clube Tamoio e não deixar os vereadores participarem da solenidade, pois ali deve ser gasto uma boa parte da divida que a Prefeitura tem com os funcionarios e empreiteiros, festa regada a bebida (cara) e comida para UM AGRADO AOS SEUS ELEITORES, portanto impeçam mesmo e ponto junte-se a eles senhores da CONSERCAF.

    ResponderExcluir
  4. Ocupem a calçada mesmo e não deixem os vereadores beber e comer as custas dos salarios atrasados de voces, ATENÇAO funcionarios da Consercaf juntem-se a eles para se fazerem respeitar.

    ResponderExcluir
  5. Execelente ideia não deixem os Vereadores participar são todos vendidos e coniventes com o Prefeito! Não tem 1 que se Salve. Mas sem agressoes. Vamos bloquear a entrada do Tamoio e não deixar ter festa nemhuma.

    ResponderExcluir
  6. Quanto a não ter dado certo, estão todos equivocados! Este senhor, péssimo político, foi diplomado em janeiro de 2013, esta prefeito como não deu certo? Não teria dado certo se os eleitores da cidade não tivessem votado nele e nos vereadores da vergonha! Não deu certo para a população e seus eleitores que em apenas um dia, o das eleições, destruíram os 1460 dias seguintes de suas vidas! Não votem em quem te prejudica a muitos anos, não vote em quem inferniza sua vida sem pudor e vive falando em dignidade! Chega gente acorda, para eles deu certo sim, quanto a população essa se fu.....!!!!

    ResponderExcluir
  7. Se a policia ficar na porta do Tamoio, entrem e sentem nas cadeiras vazias, pois a festa é publica e o povo deve participar para prestigiar o Sr. Prefeito e os vereadores, lá deve estar hoje para receber qualquer tipo de homenagem ALGUEM DA AUTO VIAÇÃO SALINEIRA, eles se merecem, portanto a festa é nossa é do povo, os gastos lá são com nosso dinheiro., comam e bebam a vontade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapá, deixa homenagear ALGUÉM DA AUTO VIAÇÃO SALINEIRA desejar um feliz 2016. Afinal de contas, Dona Salineira é Dona Salineira. Ninguém fiscaliza e muito menos que ver transparência.

      Excluir
  8. O Prefeito mostrou que é frouxo mesmo, não compareceu a festa no Tamoio presidida pelo seu filho Marcelo Correa, porque as professoras e os garis foram para a porta do club e ele Prefeito, ficou com medo de ser hostilizado, veja a que ponto chegou o nosso administrador, isto realmente não é crise é cagaçõ mesmo de quem deve e não pretende pagar (pagar só ao genro e a firma de Muniz Freire) que tem o mesmo endereço (bolso).

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.