CRECHE | Direção nega suspensão das aulas e alega ser alvo de conspiração

Depois da divulgação de notícia dando conta da suspensão das aulas na Creche Escola Municipal Professora Maria Amália dos Santos Silveira, a diretora da unidade, Maria Lúcia de Almeida, entrou em contato informando que “a creche funcionou normalmente hoje, dia 6” e que “a direção da unidade escolar lamenta profundamente a ocorrência feita irresponsavelmente pela funcionária, pois transmitiu informações que não condizem com a realidade e sem apurar os fatos com os responsáveis, no caso a direção da creche”.

EDUCAÇÃO | Para diretora da creche, cartaz informando falta de água e suspensão das aulas foi "plantado"

Em relação ao cartaz afixado no portão da escola noticiando a suspensão das aulas por falta de água, a diretora disse que “o recado no portão foi ‘plantado’ por alguém querendo me prejudicar. Sou diretora há mais de quinze anos e nunca passei por isso”.

Em nota, Maria Lúcia de Almeida disse que ontem (dia 5) a creche estava com “o último galão em uso” e que a direção alertou aos funcionários que talvez não houvesse aula hoje caso a água não chegasse. “Deixamos a secretaria de Educação informada sobre a nossa situação, pois temos um bom diálogo com eles e sempre fomos bem atendidos. No entanto, a água chegou em tempo hábil e hoje funcionamos normalmente”, comentou a diretora.

COMENTÁRIO

A diretora da creche apresentou inicialmente a sua versão dos fatos no programa Amaury Valério, na Rádio Ondas FM, esperando que houvesse uma publicação de retificação aqui no blog a respeito do caso. 

Pois bem.

Durante um bom tempo de hoje, inclusive no momento em que estava no estúdio da Rádio Ondas, no programa Região em Foco, estabeleci contato com a senhora Maria Lúcia de Almeida, que prontamente apresentou seu olhar sobre a situação, encaminhando, inclusive, fotografias comprobatórias do funcionamento da unidade na manhã desta sexta-feira [as fotografias, conforme ajustado com a diretora, não serão publicadas por conta da preservação da imagem das crianças].

Como todos sabem, nunca revelei as minhas fontes e jamais o faria, até porque as pessoas que me municiam é que multiplicam a minha capacidade de enxergar a realidade de Cabo Frio. Por outro lado, a diretora se apressa ao afirmar que a divulgação é fruto da irresponsabilidade de uma das funcionárias. Será mesmo irresponsabilidade da funcionária? Também não é da direção, certamente, que, impotente diante das muitas demandas da unidade, se vê na urgência de tomar medidas “drásticas”, ainda que contrariando o interesse de muitos. 

Cumpre, no entanto, frisar que é a direção quem diz que “alertou aos funcionários que talvez não houvesse aula hoje caso a água não chegasse”. E se a água não chegasse? Os pais teriam ciência da suspensão das aulas apenas ao levar os filhos para a escola?

Quanto ao cartaz afixado, chega a ser interessante o fato de pensarmos na possibilidade de alguém “conspirar” contra a direção. Que razões teria uma pessoa para despender de tempo para ir numa creche para afixar um cartaz para prejudicar a direção daquela unidade? Estranho. Muito estranho!

No entanto, como tem sido prática, o espaço foi concedido para a manifestação contrária. E essa premissa é inegociável.

CRECHE | Direção nega suspensão das aulas e alega ser alvo de conspiração CRECHE | Direção nega suspensão das aulas e alega ser alvo de conspiração Reviewed by Alessandro Teixeira on 6.11.15 Rating: 5

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.