IMPASSE | Prefeito lamenta manutenção da greve dos profissionais da Educação

Em assembleia realizada nesta quarta-feira (24), na Escola Municipal São Cristóvão, localizada no bairro de mesmo nome, os profissionais da Educação de Cabo Frio decidiram, após analisar as propostas apresentadas pelo prefeito Alair Corrêa (PP), manter a greve por tempo indeterminado. 

Para os dirigentes do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe-Lagos), a decisão da assembleia é sinônimo de que a categoria mostra força ao manter a greve e lança a oportunidade de apresentação contrapropostas ao governo municipal.

A GREVE CONTINUA | Sindicato organizou diferentes programações para envolver pais de alunos na discussão

- As últimas 48 horas mostraram o quanto a greve dos profissionais da Educação está se fortalecendo, tanto no meio jurídico, quanto entre a comunidade escolar - pais, alunos e comerciantes locais. Isso só demonstra que todos já entenderam o porquê da greve: a categoria luta por direitos adquiridos como, por exemplo, o pagamento até o quinto dia útil (direito Constitucional) e por uma escola pública municipal de qualidade, comentou Denise Teixeira, diretora de comunicação do Sepe.

De acordo com o sindicato, a proposta do governo, apresentada no Tribunal de Justiça e na reunião da Comissão de Educação da Câmara Municipal, e rejeitada pelos profissionais de pagar o salário do mês de fevereiro somente no dia 23 de março.

Infelizmente, os professores resolveram manter a greve. Uma pena! Mas, pelo menos minha presença numa reunião com o Sepe deixou patente não ser verdade de que eu não aceitava dialogar. [ALAIR CORRÊA]

- A proposta da categoria para o governo é pagar fevereiro até o quinto dia útil e – como existe dinheiro em caixa, como se pode provar através de números – e pagar no dia 23 de março o mês corrente, como acontecia anteriormente, finalizou Denise Teixeira.

Uma nova assembleia foi marcada para a próxima segunda-feira (29), às 18h, no Colégio Municipal Edilson Duarte. O sindicato também agendou para esta sexta-feira (26), às 18h, na Escola Leaquim Schuindt (Jardim Esperança), Escola São Cristóvão (São Cristóvão) e na Escola Edith Castro (Segundo Distrito). Ainda nesta sexta-feira, às 12h, haverá reunião da comissão de estudos sobre a aplicação da verba do Fundeb, na sede do Sepe.

Alair Corrêa lamenta manutenção da greve

Em publicação feita nas mídias sociais, o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa (PP), comentou a decisão dos profissionais da Educação e lamentou o fato de que, mesmo com aberta a etapa do diálogo entre o governo e o sindicato, a categoria tenha decidido pela continuidade da greve.

- Certamente não adiantou nada me reunir com os dirigentes do Sepe e com os vereadores para tentar uma conciliação. Podemos dizer que foi uma boa reunião e que até nos fez acreditar na possibilidade do fim da greve. Mas, infelizmente, os professores resolveram manter a greve. Uma pena! Mas, pelo menos minha presença numa reunião com o Sepe deixou patente não ser verdade de que eu não aceitava dialogar, escreveu o prefeito, que acredita ter feito a parte dele no processo para “ajudar a acabar com a greve e, com isso, solucionar o caso dos quase 40 mil alunos que não tiveram o ano letivo de 2015 encerrado”.

Ainda em tom de desabafo, o prefeito lembrou na publicação que mostrou ao sindicato as contas da Prefeitura e provou que a receita orçamentária atual “não permite mudar a data do pagamento do salário”.

- Aceitei o pedido do Sepe para pagar duas parcelas do décimo terceiro, igualando às outras categorias, que recebem em quatro parcelas. Mas de nada adiantou! Os vereadores constataram que minha boa vontade e luta para um entendimento foi em vão. Infelizmente, finalizou o chefe do Executivo.
IMPASSE | Prefeito lamenta manutenção da greve dos profissionais da Educação IMPASSE | Prefeito lamenta manutenção da greve dos profissionais da Educação Reviewed by Alessandro Teixeira on 25.2.16 Rating: 5

2 comentários:

  1. lamentável e a falta de respeito com a população e os professores sem dinheiro

    ResponderExcluir
  2. prefeito lamenta não ter dinheiro para pagar folha mas riala não falta dineiro

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.