TURISMO | Associação de Hotéis lamenta extinção de secretaria e diz que Cabo Frio caminha na contramão

Há muito se fala no fim da era dos royalties e na importância de se investir num turismo de qualidade como tábua de salvação para a economia das cidades da Região dos Lagos. No entanto, ao extinguir a secretaria de Turismo, Cabo Frio caminha na contramão desta solução. A sentença é de Carlos Cunha, presidente da Associação de Hotéis e Turismo de Cabo Frio e do Sindicato dos Empresários de Hotéis e Restaurantes (SEHR).

CONSTATAÇÃO | Apesar de necessários, os ajustes do governo são um retrocesso para o Turismo

Além de lamentar a extinção da secretaria, Carlos Cunha disse que com a reforma administrativa realizada pelo prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa (PP), ações importantes conquistadas por todo o trade turístico, como o Conselho Municipal de Turismo, instrumento fundamental para captação de verbas federais e estaduais para o tão sonhado investimento na construção do turismo de qualidade, ficaram prejudicadas.

- Entendemos e consideramos como necessários os recentes ajustes na estrutura governamental do nosso município, mostrando-se mais ágil e enxuto. Entretanto, lamentamos que, justamente no momento onde se torna necessária a ampliação de espaços nos quais se estabeleçam a interlocução e a parceria entre os setores públicos e privados, assistamos ao encolhimento brusco dos mesmos, escreveu Cunha.

Leia a Carta Aberta:

Carta aberta | Associação de Hotéis de Cabo Frio

O cenário de crise que assola nosso país vem produzindo efeitos devastadores na economia. A queda nas vendas e as dificuldades que os setores públicos e privados vêm atravessando na geração e manutenção de empregos e renda requerem uma mudança no paradigma, superando a dependência dos royalties e valorizando atividades que possam trazer a necessária sustentabilidade e estabilidade para Cabo Frio, como o turismo, por exemplo.

Entendemos e consideramos como necessários os recentes ajustes na estrutura governamental do nosso município, mostrando-se mais ágil e enxuto. Entretanto, lamentamos que, justamente no momento onde se torna necessária a ampliação de espaços nos quais se estabeleçam a interlocução e a parceria entre os setores públicos e privados, assistamos ao encolhimento brusco dos mesmos.

Há muito se fala no fim da era dos royalties e na importância de se investir num turismo de qualidade como tábua de salvação para a economia das cidades da Região dos Lagos. No entanto, assistimos Cabo Frio caminhar na contramão desta solução, anunciando a extinção da Secretaria de Turismo e, por consequência, dando fim a ações importantes conquistadas por todo o trade turístico, como o Conselho Municipal de Turismo (Comuti), instrumento fundamental para captação de verbas federais e estaduais para o tão sonhado investimento na construção do turismo de qualidade que tanto precisamos e merecemos. 

Como considerar o turismo como o caminho de salvação econômica da cidade se assistimos ao completo desmonte de um trabalho que, registre-se, uniu de forma inédita todo o trade turístico e as esferas governamentais para uma gestão participativa, resultando em ações relevantes e sem custos para o poder público, como o recente Festival Gastronômico e outras ações que já estavam sendo planejadas?

Sendo assim, manifestamos nossa profunda preocupação com os impactos negativos que a extinção da Secretaria de Turismo pode causar na já sofrida economia de nossa cidade, rompendo um trabalho construído a várias mãos e que tinha como propósito contribuir para a superação da crise. 

Torcemos para que o governo reveja esta posição, reconhecendo os esforços de todos os envolvidos no Turismo de Cabo Frio, inclusive de toda a equipe que integrava a Secretaria de Turismo, e recoloque a pasta onde justamente precisa, merece e deve estar, no primeiro escalão, para que possamos transformar em realidade o sonho de deixarmos de ser uma cidade de veraneio e nos tornarmos, verdadeiramente, um destino turístico de qualidade.

Cabo Frio, 1 de Fevereiro de 2016.

CARLOS CUNHA, presidente da Associação de Hotéis e Turismo de Cabo Frio e do Sindicato dos Empresários de Hotéis e Restaurantes (SEHR).

TURISMO | Associação de Hotéis lamenta extinção de secretaria e diz que Cabo Frio caminha na contramão TURISMO | Associação de Hotéis lamenta extinção de secretaria e diz que Cabo Frio caminha na contramão Reviewed by Alessandro Teixeira on 1.2.16 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.