CABO FRIO | Alair Corrêa não paga o servidor em dia porque não quer, diz sindicalista

Diretora de finanças do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe- Lagos), a professora Denize Alvarenga tornou públicos documentos que mostram que entre janeiro e abril de 2016, a Prefeitura de Cabo Frio gastou R$ 92.156.329,19 com a folha de pagamento de todos os servidores. O valor total arrecadado no mesmo período teria sido, segundo documento exibido, na ordem de R$ 190.706.161,36.

As informações mostram que o total das remunerações do funcionalismo chegou a 48,32% do total arrecadado no primeiro quadrimestre de 2016. Os documentos foram, segundo a professora Denize Alvarenga, apresentados pela Procuradoria Geral do município ao Tribunal de Justiça.

DADOS | Documento enviado ao Tribunal de Justiça mostra o total da folha de pagamentos

- O prefeito de Cabo Frio não paga servidor porque não quer. Dinheiro tem. Aqui não tem crise financeira! A crise é de gestão, de administração, de dignidade, de respeito ao servidor!, disse a sindicalista.

Acostumada aos embates político-administrativos por conta do exercício da militância sindical, Denize Alvarenga se diz perplexa com as informações sobre a arrecadação e as despesas com a folha de pagamento da Prefeitura de Cabo Frio. 

- O prefeito se faz de coitado, vem com essa cantilena de crise e, mesmo não acreditando nele, a gente acaba achando que os números são outros. Saber que de janeiro a abril foram arrecadados mais de R$ 190 milhões e que a folha com todos os servidores foi pouco mais de R$ 90 milhões me deixou ainda mais revoltada. Estou sem meu pagamento do mês de maio, sem décimo terceiro, sem férias e a Prefeitura com R$ 100 milhões que poderiam ser usados para quitar dívidas com o servidor, que vive e paga suas contas com seu salário, comentou a professora.

Ainda de acordo com Denize Alvarenga, “o prefeito deixa muito claro que pouco se importa com as pessoas que dignamente trabalham para essa cidade”. 

- Não vejo a hora de ver esse governo pelas costas. Conto cada segundo para que o ano termine e esse massacre ao servidor chegue ao fim. Contra fatos não há enrolação! Pague o que nos deve, prefeito, dinheiro não lhe falta!, finalizou, indignada, a líder sindical.


Dados da arrecadação são diferentes

Informações disponibilizadas no Portal da Transparência da Prefeitura de Cabo Frio mostram que os valores arrecadados entre janeiro e abril de 2016 são diferentes daqueles informados pela Procuradoria ao Tribunal de Justiça. De acordo com o Portal, a Prefeitura recebeu, entre transferências dos governos estadual e federal, taxas e impostos, R$ 255.753.917,89. 

Se considerados os valores oficiais da própria Prefeitura, R$ 163.597.588,70 estariam à disposição da administração para o cumprimento das demais obrigações governamentais além do pagamento da folha salarial que, neste novo cenário, representaria 36,03% do total arrecadado.
CABO FRIO | Alair Corrêa não paga o servidor em dia porque não quer, diz sindicalista CABO FRIO | Alair Corrêa não paga o servidor em dia porque não quer, diz sindicalista Reviewed by Alessandro Teixeira on 29.6.16 Rating: 5

Um comentário:

  1. esse bando tem que ser denunciado stf pois aqui tem um monte de gavetas ou cumprices pf neles a tem vereador no pacote também todos menos Marcelo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.