CABO FRIO | Padre confirma versão apresentada pela prefeito Alair Corrêa

Depois da exposição pública de versões diferentes para o mesmo episódio envolvendo o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa (PP), e manifestantes que decidiram protestar durante missa realizada na Paróquia de São Cristóvão – clique aqui para lembrar -, o padre Francisco Luckmann emitiu uma carta de esclarecimentos narrando os fatos por ele presenciados.

OUTRO LADO | Padre explica que constrangimentos foram causados pelas manifestantes; não pela fala do prefeito

No documento, o padre sustenta a versão apresentada pelo prefeito Alair Corrêa de que a celebração incluía os festejos de aniversário do chefe do Executivo e que houve a permissão para que fossem feitas considerações de agradecimento no altar da paróquia. O pároco esclareceu que o constrangimento se deu pela manifestação e não pelas palavras proferidas pelo prefeito.

- Não fiquei constrangido como nada que o prefeito falou, pois não houve nada que pudesse ser ocasionado tal fato. O que me deixou constrangido foi que, ao final da Santa Missa, fui abordado por duas senhoras que me julgaram por ter celebrado uma missa onde tinha a intenção para o prefeito Alair Corrêa. Quero deixar claro que a Igreja está aberta para todos e que qualquer pessoa pode colocar a intenção na missa. Sou uma pessoa de Deus e não vou excluir ninguém da Casa do Pai, escreveu o padre, que não fez menção ao fato de as manifestantes representarem o Sepe-Lagos.

Leia a seguir o documento assinado pelo padre Francisco Luckmann e tornado público na tarde desta terça-feira (7):


CABO FRIO | Padre confirma versão apresentada pela prefeito Alair Corrêa CABO FRIO | Padre confirma versão apresentada pela prefeito Alair Corrêa Reviewed by Alessandro Teixeira on 7.6.16 Rating: 5

7 comentários:

  1. Seja o próximo a comentar!

    ResponderExcluir
  2. É as pessoas tem que respeitar os lugares principalmente uma igreja onde é celebrado um culto (missa) á Deus e fazer manifestação dentro da igreja isso é absurdo, poderiam deixar o prefeito sair da igreja e fazerem o ato de manifestação do lado de fora sou católico apostólico romano e peço respeito pois eu respeito outras religiões e se tivesse que vaiar (manifestação) alguém esperaria sair do espaço onde é celebrado o sagrado culto á Deus. Respeito é bom e todo mundo gosta lugar de fazer manifestação é nas ruas e não em igreja.

    ResponderExcluir
  3. quanto recebeu este padre mais um da lista???????????????????????????

    ResponderExcluir
  4. o padre primeiro diz que sim e agora diz que nao houve nada disso , estranho, no minimo , o prefeito chamou o padre as falas

    ResponderExcluir
  5. Incrível como as notícias vêm sendo distorcidas. A mídia não quer compromisso com a verdade.

    ResponderExcluir
  6. Caro Alessandro,

    Então o Padre desmentiu ou confirmou? Este blog algumas horas antes deu uma notícia contrária a que está aí. Seria bom, para credibilidade do que vc escreve, que fosse colocado uma chamada de correção para um deles.

    ResponderExcluir
  7. Que blog confuso afinal falou ou não? E outra coisa que assunto mais desinteressante tanta coisa p falar e fica este mi mi mi

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.